DESTAQUES

Tecnologia do Blogger.

BOM CONSELHO

PREFEITURA

PERNAMBUCO

GIRO POLICIAL

CURSOS E CONCURSOS

CIÊNCIA E SAÚDE

ECONOMIA

EDUCAÇÃO

SERVIÇOS

TURISMO

COLUNA FATOS E FOTOS

COLUNA OPINIÃO

COLUNA ENSAIO GERAL

COLUNA VLV ADVOGADOS

» » » COLUNA ENSAIO GERAL: VEREADOR "DALUZ"

Morreu no dia 15 de março de 2020, Francisco Ricardo Ramalho (DALUZ), sem sombra de dúvida o político mais fiel de todos os que passaram por nossa terra.

Daluz era oriundo dos partidários do Coronel Zé Abílio, e foi chefe político do Coronel no distrito de Lagoa de São José por muitos anos. Ele me confidenciou uma vez que na eleição polemica de Manuel Luna e Arnaldo Amaral (1968), o cartório eleitoral de nossa cidade que era comandado por partidários do Coronel José Abílio, reteram os novos títulos do pessoal que votavam em Arnaldo Amaral e que por este motivo Arnaldo não ganhou de Manuel Luna.

Daluz na eleição de 2000, ficou do lado de Walmir Soares e foi eleito vereador pelo o DEM, na composição da mesa da casa, ele era o candidato favorito para ser presidente, pois, dos 11 vereadores ele tinha 6 votos e Judite Alapenha tinha 5 votos, portanto ele foi para a posse de Dr. Daniel crente que seria eleito Presidente da câmara municipal, porém nos bastidores o pessoal que apoiava Judite, conseguiu tirar um voto dele e ela foi eleita presidente.

Parece que estou vendo o episódio, Daluz já tinha preparado uma festa na sua casa para comemorar a eleição, porém na hora de contar os votos ele ficou com 5 votos e Judite com 6 votos. Eu vi a hora de ele ter um infarto, pois, ficou branco que nem cera, e o pessoal sem acreditar, contaram novamente os votos para confirmar o que estava acontecendo, e realmente Daluz perdeu as eleições.

Tempos depois Daluz fazia parte do governo de Daniel Brasileiro, e foi seu fiel escudeiro, tanto no governo de Daniel, como no governo de Audálio Ferreira.
Durante a gestão de Judite Alapenha como presidente da câmara municipal de Bom conselho, ela disse que não queria ser reeleita presidente. Então Daniel Brasileiro resolveu reparar o que houve na eleição anterior para presidente da câmara, e resolveu que Daluz seria eleito presidente, já que Judite não queria concorrer à reeleição.

Pois bem, meus senhores, tudo acertado, quando faltava uma semana para a eleição, Judite chega e diz que vai concorrer à reeleição, agora para convencer Daluz de não concorrer à presidência não foi mole, foi preciso muita negociação, para que ele abandonasse a candidatura e apoiasse Judite, e assim ele fez, mais uma vez foi preterido, porém como partidário foi fiel, e não rompeu com o grupo.

Daluz foi vereador por 5 legislaturas, sendo inclusive em uma delas presidente da câmara. Daluz tinha duas paixões: POLÍTICA E CARTEADO, morreu aos 90 anos, teve uma assistência extraordinária da minha amiga Fatima que foi sua esposa e companheira nos últimos anos da sua vida. Já não se fazem mais políticos como ele.
           
 *Por Alexandre Tenório            
           

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: