/> Pedro de lara recebendo simbolicamente a chave da cidade - JB NOTÍCIAS

DESTAQUES

Tecnologia do Blogger.

ELEIÇÕES 2020

GIRO POLICIAL

BOM CONSELHO

COVID 19

FATOS E FOTOS

ECONOMIA

EDUCAÇÃO

SAÚDE

SERVIÇOS

TURISMO

MEIO AMBIENTE

COLUNA ENSAIO GERAL

COLUNA OPINIÃO

COLUNA VLV ADVOGADOS

» » Pedro de lara recebendo simbolicamente a chave da cidade

Pedro de Lara recebendo das mãos do então prefeito de Bom Conselho Walmir Soares da Silva (anos 80), a chave simbólica da cidade como filho ilustre que a representava honrosamente nos seus trabalhos na Tv e no Rádio.

Pedro Ferreira dos Santos, mais conhecido como Pedro de Lara, nascido em Bom Conselho, Pernambuco, 25 de fevereiro de 1925, foi um ator e comediante brasileiro. Dentre suas múltiplas atividades, atingiu status de celebridade como "jurado carrasco" de programas de calouros.

No final da década de 1960 Pedro de Lara foi um dos jurados da Buzina do Chacrinha na Rede Tupi, paralelamente à sua atuação na Rádio Tupi do Rio de Janeiro num quadro em que interpretava sonhos. Na segunda metade dos anos 70 Pedro passou a fazer parte do júri do Show de Calouros , onde tinha uma "rivalidade amigável" com Sérgio Mallandro, que lhe pregava várias peças, as quais lhe deixavam "fulo da vida" e o fazia persegui-lo, no Programa Silvio Santos. 

De 1980 em diante, Pedro participou do programa do palhaço Bozo, um grande sucesso da TVS e do SBT durante a década de 1980. Pedro foi o inventor de Salci Fufu, parceiro de Papai Papudo (Gibe) e Vovó Mafalda (Valentino Guzzo).

Sua última atuação como jurado em televisão se deu no programa Gente que Brilha, do SBT. Posteriormente, continuou atuando como jurado em clubes, boates, feiras e concursos por todo o Brasil. Nos últimos anos de vida, Pedro de Lara lançou o Livro da Sabedoria, que contém pensamentos como “Todo pai corujão faz do seu filho um bobão” e “Na vida tem que ter estilo, quem não tem, não é isso nem aquilo”.

Em um de seus livros, A porta proibida, Pedro fala sobre o comportamento do homem após a criação da primeira porta da humanidade. Vulgaridade, pederastia e outros comportamentos são discorridos sob a ótica do artista.

Pedro de Lara morreu no dia 13 de setembro de 2007, vítima de câncer de próstata, aos 82 anos de idade. Deixou viúva, Mag de Lara, e quatro filhos. Foi sepultado no Cemitério de São Francisco Xavier (cemitério do Caju) zona norte do Rio de Janeiro.

Fonte: Wikipedia

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: