/> Futebol: Náutico pega Figueirense buscando primeira vitória em casa na Série B - JB NOTÍCIAS

DESTAQUES

Tecnologia do Blogger.

ELEIÇÕES 2020

GIRO POLICIAL

BOM CONSELHO

COVID 19

FATOS E FOTOS

ECONOMIA

EDUCAÇÃO

SAÚDE

SERVIÇOS

TURISMO

MEIO AMBIENTE

COLUNA ENSAIO GERAL

COLUNA OPINIÃO

COLUNA VLV ADVOGADOS

» » » Futebol: Náutico pega Figueirense buscando primeira vitória em casa na Série B


Com um ambiente mais aliviado após a primeira vitória na Série B do Campeonato Brasileiro 2020, por 2x1, diante do Guarani, na rodada anterior, o Náutico terá pela frente, nesta terça (1º), o Figueirense, nos Aflitos. A nova missão é acabar com o jejum de triunfos em casa - os pernambucanos empataram todos os três duelos como mandante no torneio. 

Nesta temporada, o Náutico tem encarado um fato raro: o desempenho como visitante está superior ao como mandante. Incomum para o clube que tinha nos Aflitos seu maior aliado historicamente. Em 14 confrontos oficiais em casa, o Timbu só venceu três. Nos demais, foram duas derrotas e nove empates. Aproveitamento de 42,8%.

Fora dos domínios, o Náutico ganhou sete dos 13 jogos. Empatou dois e perdeu quatro, conquistando 58,9% dos pontos em disputa. Na Série B, nas três partidas feitas longe do Recife, o Timbu, além de ter vencido o Guarani, tinha perdido para o Avaí (3x1) e empatado com Vitória (0x0).

Para o confronto, o técnico Gilson Kleina terá o retorno do zagueiro Camutanga, que cumpriu suspensão automática na rodada anterior, após ser expulso no jogo contra o Juventude. Com isso, Fernando Lombardi deve retornar ao banco. No gol, fica a dúvida para saber se Jefferson voltará ao time, depois de se recuperar de uma concussão cerebral, ou se o Timbu continuará com Marcão. Com uma entorse no tornozelo esquerdo, o lateral-esquerdo Willian Simões desfalca equipe. Erick Daltro será o substituto.

Na Série B 2020, o Náutico, ao lado do Guarani, é o time que mais levou cartões amarelos: 18. Rhaldney foi o mais advertido, com três. O Timbu também é a equipe que mais sofreu faltas até o momento (117) e o segunda que mais causou (105). Curiosamente, o atleta mais faltoso não é um defensor, mas sim o atacante Salatiel (15). Quem mais sofreu faltas foi Jorge Henrique (14).

Assim como o Náutico, o Figueirense também mudou recentemente o comando do clube, com a chegada de Elano. Na estreia do novo treinador, a equipe empatou em 0x0 com o Confiança, no Orlando Scarpelli. Outra semelhança entre pernambucanos e catarinenses é o jejum de triunfos como mandante no torneio. No caso do Figueira, são dois empates e uma derrota. O clube, vale lembrar, tem um jogo a menos no torneio. 

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: