DESTAQUES

Tecnologia do Blogger.

ELEIÇÕES 2020

GIRO POLICIAL

BOM CONSELHO

COVID 19

FATOS E FOTOS

ECONOMIA

EDUCAÇÃO

SAÚDE

SERVIÇOS

TURISMO

MEIO AMBIENTE

COLUNA ENSAIO GERAL

COLUNA OPINIÃO

COLUNA VLV ADVOGADOS

» » » » Coluna Ensaio Geral: Um pouco sobre "Zenildo Nogueira". - Por Alexandre Tenório


Ontem, 14 de setembro de 2020, morreu em Bom Conselho, Zenildo Nogueira. Um dos maiores motoristas que nossa cidade já teve, conhecia o Brasil inteiro. Conhecia Recife com a palma da mão. Muito honesto nas suas coisas, porém tinha dois defeitos – fumava muito (morreu em consequência do cigarro) e bebia muito.

Zenildo era filho seu Zé Preto (grande mecânico de nossa cidade), a família de Zenildo era oriunda do sertão do estado. Quando Zenildo casou com Lena eu fui porta aliança juntamente com uma sobrinha dele. Num carnaval da era de 70, no sábado de Zé Pereira uma turma de bêbados comprou um caixão de defunto e colocaram Zenildo dentro e saíram nas ruas batendo um bombo e fazendo o cortejo. Quando o pai de Zenildo soube do ocorrido foi tomar as providências, e chegando junto ao cortejo, colocou todos para correr, e levou Zenildo (o morto) embaixo de pau.

 Zenildo tinha uma coisa engraçada, conhecia todo mundo, passava um caminhão, um ônibus ele dizia quem era o dono, passava por uma borracharia, uma lanchonete era a mesma coisa, ou seja, em todo o percurso ele conhecia todos e muitos era família dele. Tinha uma mania, depois de tomar café tinha por obrigação de tomar um copo de água gelada.

Fica aqui a minha homenagem a este amigo que se foi, e vai deixar muitas saudades.

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: