DESTAQUES

Tecnologia do Blogger.

BOM CONSELHO

PREFEITURA

PERNAMBUCO

GIRO POLICIAL

CURSOS E CONCURSOS

CIÊNCIA E SAÚDE

ECONOMIA

EDUCAÇÃO

SERVIÇOS

TURISMO

COLUNA FATOS E FOTOS

COLUNA OPINIÃO

COLUNA ENSAIO GERAL

COLUNA VLV ADVOGADOS

» » » » Governo pagará mais três parcelas do auxilio emergencial: R$ 500, R$ 400 e R$ 300 respectivamente.


O ministro da Economia, Paulo Guedes, deu o sinal verde para o governo federal pagar mais três parcelas do auxílio emergencial, nos valores de R$ 500, R$ 400 e R$ 300. A pasta também prepara uma serie de medidas para criar o programa Renda Brasil, que implicaria na unificação de programas sociais como Bolsa Família, Seguro Defeso e Abono Salarial. Os três deixariam de existir.

Outra medida deve atingir as deduções do Imposto de Renda. A ideia da equipe econômica é acabar com deduções com Saúde, por exemplo, e baixar a alíquota do Imposto de Renda da Pessoa Física para que não haja aumento da tributação. Uma das propostas é diminuir de 27,5% (a maior alíquota) para 25%. Os valores ainda estão em estudo.

Calendário de parcelas

O governo federal divulgou o calendário das novas parcelas do auxílio emergencial de R$ 600 para 40 milhões de pessoas. Em live com o presidente Jair Bolsonaro, Guedes anunciou o pagamento.

"Estamos, agora no sábado (27), pagando mais uma parcela para 60 milhões de brasileiros. Neste próximo sábado até o sábado que vem, 60 milhões recebem mais uma parcela", afirmou Guedes.

O ministro incluiu os 19,2 milhões que fazem parte do Bolsa Família e já começaram a receber a terceira parcela desde 17 de junho. Nesta sexta-feira (26),  o pagamento será para mais 1,9 milhão de beneficiários do programa com o último dígito do NIS igual a 8, e segue até terça-feira.

R7

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: