DESTAQUES

Tecnologia do Blogger.

ELEIÇÕES 2020

GIRO POLICIAL

BOM CONSELHO

COVID 19

FATOS E FOTOS

ECONOMIA

EDUCAÇÃO

SAÚDE

SERVIÇOS

TURISMO

MEIO AMBIENTE

COLUNA ENSAIO GERAL

COLUNA OPINIÃO

COLUNA VLV ADVOGADOS

» » » Olinda abre seleção simplificada para médicos com 22 vagas e salários de até R$ 7 mil

Inscrições podem ser feitas entre esta segunda (6) e a quinta (9), na internet. Há vagas para clínico de urgência e emergência, psiquiatra e especialista em saúde da família.


A Secretaria de Saúde de Olinda abriu uma seleção simplificada com 22 vagas para médicos de três especialidades atuarem no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. As inscrições podem ser feitas na internet, entre esta segunda-feira (6) e quinta-feira (9).

Há duas vagas para plantonista clínico de urgência e emergência e duas vagas para psiquiatra, ambos com salários de R$ 6,5 mil, e 18 vagas para médico especialista em saúde da família, com salário de R$ 7 mil. Do total de vagas ofertadas, 5%, ou no mínimo uma vaga, é reservada para pessoas com deficiência.

As inscrições podem ser feitas pelo e-mail:
secretariasaudeolindarh@yahoo.com, anexando uma série de documentos e a ficha de inscrição, que deve ser preenchida com letra de forma, sem rasuras.

Essa seleção simplificada, que teve o edital disponibilizado na internet, é realizada em uma única etapa: avaliação curricular. O resultado tem previsão de ser divulgado no dia 13 de abril, no site da prefeitura.

Documentos necessários
Para se inscrever, é preciso anexar ao e-mail uma foto 3x4, além dos seguintes documentos: RG, CPF, carteira de habilitação (se houver), título de eleitor, certidão de nascimento/casamento, comprovante de residência, registro no órgão de classe e certificado de reservista (para homens).

Também é necessário anexar diploma, comprovantes e declarações de experiência, certificado ou declaração de conclusão de curso de pós-graduação e certificado ou declaração de conclusão de residência multiprofissional em área da saúde.

Quando for o caso, também é preciso anexar artigo publicado, como autor, em periódico nacional ou internacional, ou comprovação de coautoria em bibliografia na área da especialidade pretendida, além de certificados de cursos de capacitação em áreas correlatas às atividades do cargo e do currículo.

G1PE

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: