DESTAQUES

Tecnologia do Blogger.

POLICIAL

PREFEITURA

CURSOS E CONCURSOS

ESPORTES

PERNAMBUCO

CIÊNCIA E SAÚDE

ECONOMIA

EDUCAÇÃO

SERVIÇOS

TURISMO

FATOS E FOTOS

VLV ADVOGADOS

COLUNA ENSAIO GERAL

COLUNA OPINIÃO

» » » Pãozinho pode ficar mais caro


O pão francês pode ficar até 10 por cento mais caro. É o que indica uma projeção feita pelo Sinditrigo, o sindicato da indústria do trigo. São dois os fatores que podem causar a alta do pãozinho de cada dia. O primeiro é o aumento do preço dos combustíveis nas refinarias, anunciado pela Petrobrás no início da semana. E o segundo: a elevada cotação do dólar.

Quanto aos combustíveis, a gasolina foi reajustada em quase 2,8 por cento, após ter ficado 50 dias sem alterações, e o diesel subiu 1,2 por cento. O dólar, por sua vez, atingiu a maior cotação desde o início do plano real, em 1994. Bateu 4 reais e 20 centavos.

De acordo com o Sinditrigo, a maior parte do trigo consumido no Brasil é importada da Argentina, é comprada em dólar, e é distribuída pelas rodovias. Com as duas altas, da moeda americana e dos combustíveis, o lucro diminui significantemente, e reflete em aumento no preço cobrado ao consumidor. Pelo país, o preço médio do quilo do pão francês é de 14 reais.

Víctor Abreu dá detalhes:

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: