DESTAQUES

Tecnologia do Blogger.

ELEIÇÕES 2020

GIRO POLICIAL

BOM CONSELHO

COVID 19

FATOS E FOTOS

ECONOMIA

EDUCAÇÃO

SAÚDE

SERVIÇOS

TURISMO

MEIO AMBIENTE

COLUNA ENSAIO GERAL

COLUNA OPINIÃO

COLUNA VLV ADVOGADOS

» » Interligação com municípios vizinhos pode melhorar economia local


Quando conversamos com as pessoas da cidade é comum a discussão sobre a fraqueza da economia local, falta trabalho e de expectativas para os jovens. o que é verdadeiro. Para tentar explicar essas questões vou lembrar tempo de criança nas ruas de Bom Conselho. Todos da minha idade lembram que até final dos anos 1970 Bom Conselho era polo para os municípios de Iati, Saloá e Lagoa do Ouro, além de Terezinha.

Essas cidades que vinham aqui fazer compras, negócios e serviços bancários foram interligadas por asfalto à cidade de Garanhuns, enquanto as ligações para Bom Conselho nunca foram pensadas. Com isso, aconteceu o previsível, elas migraram seu comércio para Garanhuns, onde há maior disponibilidade e melhor ligação viária, mesmo sendo mais distante.

É simples entender as perdas que tivemos. A economia (riqueza) de Bom Conselho é de R$ 432 milhões. Apenas as cidades de Iati e Saloá juntas, que ficam a 23 km daqui, equivalem a 60% da economia de Bom Conselho ou R$ 242 milhões. Com Lagoa do Ouro, chega a 70%, R$ 335 milhões.
Os números são importantes e revelam a necessidade de uma estratégia para cobrar do Estado a pavimentação das estradas que ligam Bom Conselho a Iati, Saloá e Lagoa do Ouro, ou seja, asfaltar 70 Km de estradas, dispêndio suportável em qualquer orçamento do Estadual. Fazendo isso, as pessoas daquelas cidades voltarão a ter Bom Conselho como opção para seus negócios. Se essas cidades voltarem voltar a fazer negócios aqui, melhora a economia, gera novos empregos no comércio e aumenta os serviços.

A solução e apoio deve ser cobrada das lideranças políticas que têm na cidade base eleitoral. Há entre quatro e cinco deputados conseguem número gordo de votos em Bom conselho. Temos os estaduais e os federais, que têm feito pouco pela cidade. Os seguidos governantes da cidade também não pensaram uma estratégia. Essas estradas facilitarão a interligação dos municípios e também dos proprietários rurais que moram na região do Angico e Jueira, Barra do Brejo, no Logradouro dos Leões e região. Enfim, é uma medida necessária.

Lembro ainda de Rainha Isabel, distrito que tem parte de seu comércio realizado com em Palmeira dos Índios por não ter estrada para vir à sede do município. Ainda bem que foi anunciado pela administração que a estrada vai, finalmente, ser concluída.

Como se observa, as ligações devem ser pautadas pelos governantes da cidade. Falei apenas de uma variável, mas há outras possibilidades que surgirão a partir de melhorias das ligações com esses municípios e também a partir de projetos que pensem as potencialidades da cidade sejam pensados de forma estratégica.

Francisco Alexandre - Piúta

*Foto: reprodução/internete

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: