DESTAQUES

Tecnologia do Blogger.

POLICIAL

PREFEITURA

CURSOS E CONCURSOS

ESPORTES

PERNAMBUCO

CIÊNCIA E SAÚDE

ECONOMIA

EDUCAÇÃO

SERVIÇOS

TURISMO

FATOS E FOTOS

VLV ADVOGADOS

COLUNA ENSAIO GERAL

COLUNA OPINIÃO

» » Após proibição a protestos contra destruição da natureza, Hamilton fala em "desistir de tudo"


Nos últimos anos, Lewis Hamilton vem se engajando cada vez mais na defesa do meio ambiente e no ativismo contra a destruição da natureza. Em 2018, por exemplo, o pentacampeão mundial de Fórmula 1 catou uma montanha de lixo numa praia durante as férias. Agora, o piloto da Mercedes publicou dura mensagem nas redes sociais contra a proibição de protestos do grupo ambientalista "Extinction Rebellion" ("Rebelião da Extinção", em português) na Inglaterra.

A polícia britânica ameaçou de prisão quem participasse de manifestações na capital Londres, e, pouco depois do anúncio, Lewis Hamilton desabafou nas redes sociais. Disse que a extinção da raça humana é cada vez mais provável com o "uso exagerado dos seus recursos", que a "educação é chave" e que o ensinamento de que o "consumo de produtos de origem animal é bom" foi uma "mentira contada por centenas de anos".

"Honestamente, sinto vontade de desistir de tudo. Desligar completamente. Por que se preocupar quando o mundo está tão bagunçado e as pessoas parecem não se importar? Vou dar um tempo para reunir meus pensamentos. Obrigado a vocês que se importam com o mundo."

Hamilton não fez nenhuma postagem específica em relação à Fórmula 1, na qual está próximo de se sagrar hexacampeão mundial. Recentemente, o inglês se pronunciou sobre uma mudança radical no seu estilo de vida: - Parei de comer carne vermelha há dois anos. Geralmente fui pescador na maior parte do ano e agora cortei peixe. Como raça humana, o que estamos fazendo ao mundo... a poluição [proveniente da quantidade de vacas que estão sendo produzidas é incrível. Eles dizem que é mais do que produzimos com nossos voos e carros, o que é meio louco de se pensar. A crueldade é horrível e eu não quero necessariamente apoiar isso e quero viver uma vida mais saudável.


«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: