DESTAQUES

Tecnologia do Blogger.

GIRO POLICIAL

PREFEITURA

BOM CONSELHO

ESPORTES

CURSOS E CONCURSOS

CIÊNCIA E SAÚDE

ECONOMIA

EDUCAÇÃO

SERVIÇOS

TURISMO

COLUNA FATOS E FOTOS

COLUNA OPINIÃO

COLUNA ENSAIO GERAL

COLUNA VLV ADVOGADOS

» » Em Pernambuco, greve dos trabalhadores dos Correios paralisa 80% dos carteiros


Na terça passada (10), os trabalhadores dos correios de sindicatos filiados à Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect) entraram em greve. Além da ameaça de privatização dos Correios, que está no pacote de empresas que podem ser vendidas durante o governo Bolsonaro, a direção da empresa suspendeu as negociações de um novo Acordo Coletivo de Trabalho, sendo que alguns direitos já foram cortados, como o convênio médico dos familiares dos servidores e o auxílio-creche. Também foram feitos Planos de Demissão Voluntária (PDV), que causou um déficit de 40 mil funcionários.

No estado, o Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Correios em Pernambuco (Sintect) afirma que 80% dos carteiros que trabalham nos Centros de Distribuição Domiciliar (CDD) em todo o estado estão de braços cruzados. Hoje (17), uma assembleia na sede do sindicato, que fica na Rua Dom Vital, nº73, no bairro de Santo Amaro, decide se os trabalhadores retomam suas atividades a partir da quarta, mas se mantendo em estado de greve, já que apenas no dia 2 de outubro o Tribunal Superior do Trabalho julgará o dissídio coletivo da categoria.

Por: Brasil De Fato

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: