Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

POLICIAL

BOM CONSELHO

CURSOS

ESPORTES

PERNAMBUCO

SAÚDE

ECONOMIA

EDUCAÇÃO

TECNOLOGIA

TURISMO

COLUNISTAS

V-LINK PROVEDOR

RUA 13 DE MAIO,05 POR TRÁS DO SANTANDER EM BOM CONSELHO / PE
» » » População ocupada cresceu 33 mil pessoas em Pernambuco

Nos últimos três anos, dentro da série histórica em análise, este é o melhor resultado dos meses de abril, maio e junho


Os dados do segundo trimestre de 2019 divulgados neste dia 15 de agosto pela PNAD mostraram uma gradativa taxa de crescimento em Pernambuco. A taxa de desocupação no Estado caiu 0,9 ponto percentual em relação ao mesmo período do ano passado. Por sua vez, a população ocupada cresceu de 3.480 milhões de pessoas no 2º trimestre de 2018, em Pernambuco, para 3.513 de milhões no 2º trimestre de 2019, também mantendo a tendência recente de recuperação. A população ocupada cresceu em 33 mil.
O número de desocupados retraiu-se entre o 2º trimestre de 2018 (707 mil pessoas) e o mesmo trimestre de 2019 (671mil), também mantendo a tendência recente de retração. Nos últimos três anos, dentro da série histórica em análise, este é o melhor resultado dos meses de abril, maio e junho.
Os resultados são consistentes com as estimativas de crescimento do PIB, divulgadas para o 1º trimestre de 2019, quando a economia pernambucana evoluiu à taxa de 1,2% contra 0,5% da média nacional, ante o mesmo trimestre de 2018, de acordo com dados da Agência Condepe-Fidem /IBGE.
A taxa de desocupação no Estado recuou de 16,9% no 2º trimestre de 2018 para 16,0% no segundo trimestre de 2019, mantendo a tendência recente de queda nessa base de comparação. Nesse contexto, a população desocupada também retraiu-se entre o 2º trimestre de 2018 (707 mil pessoas) e o mesmo trimestre de 2019 (671mil pessoas), também mantendo a tendência recente de retração.
Em Pernambuco, o setor de informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas, tiveram uma variação positiva de 14,6% em relação ao mesmo período do ano passado. Transporte, armazenagem e correio também tiveram variações positivas de 11,6%.
Os dados do PNAD mostram que, em relação ao mesmo período do ano passado, Pernambuco foi o terceiro da Região Nordeste onde houve um maior recuo na desocupação. Estados como o Maranhão e Paraíba, por exemplo, não tiveram a mesma oportunidade. No Maranhão, a taxa neste segundo semestre cresceu 0,2 pontos percentuais e, na Paraíba, 1 ponto percentual.

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: