Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

POLICIAL

PREFEITURA

CURSOS E CONCURSOS

ESPORTES

PERNAMBUCO

CIÊNCIA E SAÚDE

ECONOMIA

EDUCAÇÃO

SERVIÇOS

TURISMO

FATOS E FOTOS

COLUNA ENSAIO GERAL

COLUNA OPINIÃO

VLV ADVOGADOS

V-LINK PROVEDOR

RUA 13 DE MAIO,05 POR TRÁS DO SANTANDER EM BOM CONSELHO / PE
» » » » Bom Conselho está realizando Cadastramento biométrico para eleitores.


Bom Conselho, que integra a 61ª Zona Eleitoral, é um dos 45 municípios pernambucanos que estão atualmente realizando o cadastramento biométrico obrigatório. O serviço começou no dia 12 de março deste ano. Para fazer o cadastro é necessário comparecer ao Cartório Eleitoral do município, situado na Avenida Tenente Raul de Holanda, conhecida como Avenida Nova, após realizar o agendamento prévio pelo site do TRE (http://www.tre-pe.jus.br/eleitor/solicitar-agendamento) ou baixando o aplicativo Agendamento Eleitoral para IOS ou Androide.


O serviço é gratuito e no ato o cidadão deve ter em mãos documento oficial brasileiro de identificação (RG, CNH, passaporte ou certidão de nascimento), CPF, comprovante de residência atual e o título de eleitor (se tiver). O atendimento ao público acontece de segunda a sexta-feira, no horário das 8 às 14 horas. Os eleitores ainda podem tirar dúvida ou obter informações ligando para os números (87) 3771-4701 ou (81) 3194-9061. Os eleitores de Bom Conselho têm até o dia 27 de março de 2020 para fazer o recadastramento biométrico e evitar o cancelamento do título.

Quem deixar de fazer o recadastramento até o prazo final, terá o título cancelado, podendo sofrer as seguintes restrições: não poderá votar nas próximas eleições; não poderá se inscrever em concurso ou prova para cargo ou função pública, investir-se ou empossar-se neles; não receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público; não obter passaporte ou carteira de identidade; não receber bolsa família/benefício/aposentadoria; não fazer empréstimos em bancos oficiais; não renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo; não obter certidão de quitação eleitoral, conforme disciplina a Res.-TSE nº 21.823/2004.

Fonte: Tiago Padilha

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: