Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

POLICIAL

BOM CONSELHO

CURSOS E CONCURSOS

ESPORTES

PERNAMBUCO

CIÊNCIA E SAÚDE

ECONOMIA

EDUCAÇÃO

SERVIÇOS

TURISMO

COLUNISTAS


ALEXANDRE TENÓRIO

PIÚTA

JOSENILDO BATISTA

VLV ADVOGADOS

V-LINK PROVEDOR

RUA 13 DE MAIO,05 POR TRÁS DO SANTANDER EM BOM CONSELHO / PE
» » » Boa formação do professor passa pela prática em sala de aula


A formação do professor deve ser presencial, não à distância, é o que afirma o estudo Estatísticas de Ensino Superior sobre Formação Inicial de Professor no Brasil, do Todos pela Educação divulgado nesta quinta-feira (15).

O estudo reúne estatísticas e análises sobre a formação dos professores no país, entre os dados de destaque, o número de estudantes em cursos de formação na área pedagógica tem aumentado, puxado, principalmente pela oferta de vagas de cursos de Educação à Distância – 44% de 2010 a 2017. Um aumento de 162% na modalidade EAD.

A rede privada na modalidade EAD corresponde a 53% dos estudantes que ingressam em cursos de ensino superior voltados à docência. Em 2010, este número representava 29%. Se considerar a rede privada e pública, 61% dos ingressantes nas áreas ligadas à docência já estão na modalidade EAD. Para os demais cursos, essa parcela é de 27%.

“Toda a literatura e quando observamos os países com melhor desempenho no Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes) mostram que a formação do professor deve ser centrada na prática da sala de aula”, avalia Gabriel Corrêa, gerente de políticas educacionais do Todos pela Educação. “Neste sentido, o Brasil segue na contramão do mundo.”

De acordo com o estudo, comparando a qualidade dos cursos, aqueles de EAD possuem os piores indicadores. “Sabemos que um professor bem preparado tem impacto direto na aprendizagem dos alunos”, diz Corrêa. “Se o Brasil quer avançar no ensino básico, precisa investir na formação do professor.”

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: