Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

POLICIAL

BOM CONSELHO

CURSOS E CONCURSOS

ESPORTES

PERNAMBUCO

CIÊNCIA E SAÚDE

ECONOMIA

EDUCAÇÃO

SERVIÇOS

TURISMO

COLUNISTAS


ALEXANDRE TENÓRIO

PIÚTA

JOSENILDO BATISTA

VLV ADVOGADOS

V-LINK PROVEDOR

RUA 13 DE MAIO,05 POR TRÁS DO SANTANDER EM BOM CONSELHO / PE
» » » » » Vinte e três imigrantes venezuelanos chegaram a Pernambuco nesta quarta-feira (13)

Com o novo grupo, o Estado passa a acolher 260 imigrantes, que residem em instituições no Recife e em Igarassu.



Pernambuco acolhe mais 23 imigrantes venezuelanos nesta quarta-feira (13). O grupo, que vem de Roraima, Região Norte do país, desembargou na Base Aérea do Recife, e, após um primeiro momento de acolhida, seguiu para a Ong Aldeias Infantis, em Igarassu. O local possui estrutura residencial composta por dez casas com cinco quartos que cabem até dez pessoas.


O grupo integra o conjunto de 63 pessoas que desembarcam na cidade. Os demais seguirão para Paraíba (31 pessoas) e Rio Grande do Norte (8). Com a chegada dos imigrantes, já chega a 260 o número de venezuelanos que foram acolhidos no processo de interiorização no Estado. A Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), por meio da Executiva de Assistência Social (SEASS), acompanha o atendimento das demandas apresentadas pelo público.


A partir da instalação dos imigrantes, a instituição, juntamente o poder público local, vai identificar as principais necessidades e articular ações básicas, como atendimento de saúde, inclusão em escolas para as crianças em idade escolar, estratégias de qualificação profissional e inserção no mercado de trabalho. Todos chegam a Pernambuco com o CPF, carteira de trabalho e solicitação de refúgio. "O grupo chega para substituir famílias que já conquistaram autonomia, através da inclusão no mercado de trabalho, e saíram das residências da ONG para outro local de própria escolha. A chegada de mais venezuelanos ao Estado está atrelada a disponibilidade de vagas no acolhimento", explica o secretário executivo de Assistência Social (SEASS), Joelson Rodrigues.


A vinda dos venezuelanos para Pernambuco faz parte do Plano de Interiorização do Governo Brasileiro, organizado pelo Comitê Nacional para Refugiados e operacionalizado pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), que desde o início do ano passado tratam do fluxo migratório desses estrangeiros.

Fotos: Créditos: Marcelo Vidal / SDSCJ

Imprensa SDSCJ


«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: