/> Polícia apreende 930 kg de carne irregular que seria utilizada para merenda em Escolas - JB NOTÍCIAS

DESTAQUES

Tecnologia do Blogger.

ELEIÇÕES 2020

GIRO POLICIAL

BOM CONSELHO

COVID 19

FATOS E FOTOS

ECONOMIA

EDUCAÇÃO

SAÚDE

SERVIÇOS

TURISMO

MEIO AMBIENTE

COLUNA ENSAIO GERAL

COLUNA OPINIÃO

COLUNA VLV ADVOGADOS

» » » Polícia apreende 930 kg de carne irregular que seria utilizada para merenda em Escolas


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu nesta quinta-feira (21), 930 kg de carne irregular, na BR 428 em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a PRF, a carne caprina seria utilizada na merenda escolar da Rede Estadual de Ensino.

Ainda segundo a polícia, a mercadoria estava sendo transportada em sacolas plásticas recicláveis, sem refrigeração, fora das normas da Vigilância Sanitária. A carne estava sendo transportada em um carro e seria entregue para escolas estaduais das cidades de Lagoa Grande, Santa Maria da Boa Vista, Orocó e Cabrobó.


O motorista que transportava a carne não teve o nome divulgado. Ele e a mercadoria foram encaminhados para a Delegacia Civil de Petrolina. O suspeito deve responder por exposição de perigo à vida ou saúde de outras pessoas.

Segundo a Vigilância Sanitária de Petrolina, a carne foi doada ao zoológico do 72º Batalhão de Infantaria Motorizado.

Em nota, a Secretaria de Educação e Esportes informou que a merenda servida nas escolas da Rede Estadual segue rígidos padrões de qualidade e vai notificar a empresa contratada para o fornecimento do serviço.

Confira a nota completa:

A Secretaria de Educação e Esportes informa que a merenda servida aos estudantes segue rígidos padrões de qualidade e vai notificar a empresa contratada, visto que, conforme instrumento firmado, ela é obrigada a entregar o produto acondicionado adequadamente e em perfeitas condições de consumo, sob pena de sanções. O órgão esclarece ainda que toda merenda passa por uma avaliação nutricional rigorosa antes de ser servida ao estudante e são aplicados questionários periódicos de satisfação e de aceitabilidade, garantindo a qualidade da refeição


«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: