Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

VÍDEOS DO YOUTUBE

POLICIAL

EDUCAÇÃO

ECONOMIA

ESPORTES

EVENTOS

TECNOLOGIA

SAÚDE

TURISMO

SERVIÇOS

COLUNISTAS

ANUNCIANTES

ÁGUA MINERAL

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM LAVADORAS

CURSOS


Presencial com Aulas Práticas e Certificado. Seja um Profissional
» » » » Barragem da Vale se rompe em Brumadinho, mais de 300 pessoas podem estar desaparecidas.


O rompimento de uma barragem da Vale no córrego do feijão, em Brumadinho (MG), nesta sexta-feira (25) deixou um rastro de lama que deixou pessoas desaparecidas e destruiu casas na região. A Vale informou que o rompimento ocorreu na barragem 1 da Mina Feijão. Já o Ministério do Meio Ambiente informou que o incidente foi na barragem 6.

Veja o que se sabe até agora sobre o rompimento das barragens:

As barragens 1 e 6 ficam próximas. A estrutura da 1, utilizada para disposição de rejeitos, foi construída em 1976 e tem volume de 12 milhões de metros cúbicos. Já a barragem 6 é usada para recirculação de água e contenção de rejeitos em eventos de emergência. Foi construída em 1998, e tem cerca de 1 milhão de metros cúbicos.


O Ibama disse que o volume de rejeitos que vazou no rompimento desta sexta-feira (25) é de 1 milhão de metros cúbicos (50 vezes menor que na tragédia de Mariana, em 2015). Segundo a Vale, os rejeitos atingiram a área administrativa e parte da comunidade da Vila Ferteco. Até a tarde desta sexta, quatro feridos haviam sido resgatados em helicópteros e os bombeiros contabilizavam cerca de 300 desaparecidos.


Corpo de Bombeiros e Defesa Civil estão no local; cinco helicópteros resgatam pessoas ilhadas em diversos pontos; Ao menos seis prefeituras emitiram alerta para que população se mantenha longe do leito do Rio Paraopeba, pois o nível pode subir. Às 15h50, os rejeitos atingiram o rio; Rodovia estadual que leva a Brumadinho está fechada; Governo montou gabinete de crise, e 3 ministros estão a caminho; Bolsonaro também quer ir ao local. Por precaução, o Instituto Inhotim está retirando funcionários e visitantes do local.

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga