Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

VÍDEOS DO YOUTUBE

POLICIAL

DIVERSOS

SAÚDE

ECONOMIA

ESPORTES

NOVIDADES

EDUCAÇÃO

PREFEITURA

» » » Polícia Civil divulga organograma de quadrilha morta em confronto em Santana do Ipanema


A Polícia Civil do Estado de Alagoas através da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), divulgou nas redes sociais a ficha criminal e funções de cada membro da quadrilha suspeita de roubo a bancos morta em confronto na zona rural de Santana do Ipanema, Sertão de Alagoas, na última quinta-feira (8).

De acordo com o gráfico estrutural divulgado pela Polícia Civil, a quadrilha era integrada por membros de seis estados do Nordeste. Alagoas, Ceará, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Entre os onze suspeitos mortos durante o confronto, três seriam alagoanos. José Lutemberg Nogueira Santos, vulgo ‘Lutinho ou Doutor’, Carlos Alberto de Lima, vulgo ‘Coquinho’ e Adjane da Silva, vulgo ‘Janio’.

Lutinho ou Doutor como era mais conhecido, era líder e principal articulador do núcleo alagoano. Segundo a PC, contra ele havia um mandado de prisão em aberto pela sua participação no roubo ao Banco do Brasil da cidade de Igreja Nova/AL, em 17 de setembro deste ano.

Já Coquinho, de acordo com o organograma da quadrilha, era explosivista do núcleo alagoano, possuía mandado de prisão em aberto pela sua participação no roubo ao Banco do Brasil de Igreja Nova, e em sua residência, na zona rural de Craíbas, foram apreendidos 25kg de explosivos, arma de fogo e munições no início de outubro deste ano.

O santanense Jânio era responsável pela logística de fuga, por ser amplo conhecedor das rotas no Sertão, que interligam Alagoas e os demais estados nordestinos. Ele foi preso em junho de 2016 por porte ilegal de arma de fogo e segundo a polícia, participou dando suporte logístico, a vários ataques a instituições financeiras ocorridos no Sertão alagoano e pernambucano.

Confira abaixo a ficha criminal de cada um dos demais suspeitos:













Fonte: Guia Mais Editora

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: