Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

VÍDEOS DO YOUTUBE

POLICIAL

DIVERSOS

SAÚDE

ECONOMIA

ESPORTES

NOVIDADES

EDUCAÇÃO

PREFEITURA

» » » » » DISTRITO "RAINHA ISABEL" - UM POUCO DA SUA HISTÓRIA.


No ano de 1948, perante a lei municipal nº 36, de 29-11-1948, é criado o distrito de Rainha Isabel, desmembrado do distrito de Caldeirões e anexado ao município de Bom Conselho. Já nos idos de 1963, pela lei estadual nº 4975, de 20-12-1963, desmembra do município de Bom Conselho o distrito de Rainha Isabel é elevado à categoria de município.

Mas não parou por aí, até onde se sabe, e ouvindo dos mais antigos, claro, a comemoração deixou a população, na época, feliz por tamanha contemplação, também pelo fato de o Distrito ser destaque na economia local, já com sua tradicional Feira-livre, que por sinal, acorria ali, reunia gente de toda a redondeza.

Por suas ricas fazendas, por seu bonito povo, suas lindas histórias afloradas em torno da escravatura do Brasil, com suas diversas riquezas naturais, sua bela formação em princípio tornou-se uma "bela Princesa".

Terra de muitos nomes: Ribeiros, Guedes, Colatinos, Veigas, Tenórios, Padilhas, Borges, Araújos, Cavalcantes, Alexandres, Mirandas, Florentinos, Elizeus, Gonçalves, Silvas, Simeão, Bentos e tantos outros. Terra dos Quilombolas.

Assim, para alegria de poucos, e tristeza de muitos, reza a história que por um assim chamado: "Acórdão do Tribunal de Justiça, mandado de segurança nº 57049, de 03-08-1964, o município de Rainha foi extinto, sendo seu território anexado ao município de Bom Conselho".

O distrito “Rainha Isabel” é beneficiado pelo microclima peculiar de Bom Conselho. ''É nesse oásis incrustado em pleno Semiárido onde estão 12 mil habitantes, distribuídos numa área formada por Sítios e pequenas propriedades. Rainha Isabel é considerado um dos maiores pomares naturais do Nordeste e com características pontuadas de mananciais e  florestas remanescentes da Mata Atlântica''.

Mesmo com a ausência de projetos de irrigação ou qualquer incentivo especial, o distrito é um pólo de produção agrícola regional, com sua cultura diversificada de café, mandioca, macaxeira, inhame, batata-doce, jaca, caju, manga, carambola, hortaliças e folhagens, que abastecem mercados como de Alagoas, Sergipe e cidades próximas. Fonte de pesquisa:

*www.adriano.com.br
*Revisado por JB Notícias

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: