Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

TV WEB JB NOTÍCIAS

POLICIAL

DIVERSOS

SAÚDE

EVENTOS

ESPORTES

NOVIDADES

EDUCAÇÃO

ELEIÇÕES 2018

PREFEITURA

» » » Casos de sífilis em Pernambuco aumentam 183% em três anos


Em Pernambuco, o número de casos de sífilis triplicou em um período de três anos, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES). O estado registrou, em 2015, 1.314 casos da doença, mas, em 2017, o número subiu para 3.725, o que representa um aumento de 183%.

A estatística tem preocupado autoridades e profissionais de saúde, que se reuniram em um encontro nesta quarta (3), na Zona Norte do Recife, para tentar reduzir o número de casos da doença.


“A sífilis é uma condição muito antiga, e agora, de 2015 para cá, houve uma explosão muito grande de casos. Isso gera um transtorno muito grande no campo da saúde pública”, afirma a conselheira do Conselho Regional de Enfermagem em Pernambuco, Angélica Telles.

Além do contato entre parceiros pela relação sexual, a doença pode ser transmitida pela mãe para o bebê, o que também acende o alerta dos representantes da área de saúde.


De acordo com a SES, há a média de um nascimento por dia em que a criança tem sífilis congênita. “É uma doença potencialmente grave para os adultos, mas principalmente para os bebês. Mais de 100 unidades de saúde no Recife já fazem a testagem na própria unidade", explica o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia.


O tratamento da sífilis pode ser feito nas Unidades Básicas de Saúde. "Fazer o tratamento adequado, no tempo certo, é importante para garantir que a gente tenha uma boa saúde”, afirma o secretário.



«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: