Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

TV WEB JB NOTÍCIAS

POLICIAL

DIVERSOS

SAÚDE

EVENTOS

ESPORTES

NOVIDADES

EDUCAÇÃO

ELEIÇÕES 2018

PREFEITURA

» » Como proteger os olhos da luz azul-violeta, potencialmente nociva

A luz é necessária para nossa saúde física e visual. Na pele, ela ativa a vitamina D (colecalciferol), por exemplo. Porém, quando em excesso, acarreta danos à saúde. Nos olhos, a alta energia da luz azul e violeta do espectro pode contribuir para o desenvolvimento de certas doenças na retina. Entretanto, existem evidências convincentes de que a luz azul desempenha um papel importante na regulação do ritmo circadiano e, portanto, pode afetar os padrões do sono.

Alguns cientistas pensam que o perigo da luz azul pode ser um contribuinte significativo para o desenvolvimento da Degeneração Macular relacionada à Idade (AMD), embora isso seja controverso.

Parece que a retina de envelhecimento é capaz de reparar e proteger contra produtos oxidantes e tóxicos causados pela exposição à luz de curto comprimento de onda.

Atualmente, existem lentes com revestimentos, projetadas para reduzir os efeitos nocivos da luz azul-violeta, preservando os efeitos saudáveis da luz azul de maior comprimento de onda.

Essas lentes protegem os olhos ao refletirem o excesso de luz azul, por exemplo, de monitores, lâmpadas de diodo (LED), luzes fluorescentes, tablets e smartphones, que emitem muita luz azul. É este excesso que tem levado ao desequilíbrio do ritmo circadiano, com a diminuição acentuada da melanina, fundamental no processo que induz a uma boa noite de sono, livre de distúrbios.

Assim, necessitamos que a luz azul ‘nociva’ seja refletida e a luz azul ‘boa’ penetre até nossa retina, proporcionando seus efeitos benéficos.

E já existem no mercado lentes projetadas cuidadosamente para manter o equilíbrio dessas funções.

Mantenha-se informado e proteja seus olhos e seu sono, usufruindo dos benefícios desta maravilhosa e atual descoberta. Pense nisso!

Dr. Pedro Henrique Mendonça Ruíz
Médico Oftalmologista
CRM: 54080

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: