Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

TV WEB JB NOTÍCIAS

POLICIAL

DIVERSOS

SAÚDE

EVENTOS

ESPORTES

NOVIDADES

EDUCAÇÃO

ELEIÇÕES 2018

PREFEITURA

» » » Garanhuns: Corpo de Jovem é encontrado nu e amarrado em matagal no bairro da Brahma e suspeito do crime está preso.


Na manhã desta sexta-feira, 01/06 foi encontrado o corpo da jovem Maria Jaqueline da Silva, 19 anos e que estava desaparecida desde a última terça, 29/05 na cidade de Garanhuns, no agreste pernambucano.

O corpo foi encontrado pelo esposo da vítima e reconhecido imediatamente. Maria Jaqueline foi encontrada nua, com os pés amarrados com um cipó. O local era de difícil acesso e fica por trás da Unopar no bairro José Maria Dourado, conhecido como bairro da Brahma. 

Alguns detalhes chamaram a atenção da polícia, como uma marca nas costas e em volta do pescoço havia um pano.  O IML foi acionado e com a ajuda de alguns populares conseguiram retirar o corpo da moça para ser encaminhado ao o IML da capital.

O caso será investigado pela 22ª Delegacia de Homicídios de Garanhuns. Para o esposo, sua mulher foi vítima de abuso sexual antes de morrer.  Ele disse que encontrou o corpo em um local por trás da casa onde morava.  "Vi o capim baixo como se algo tivesse sido arrastado por ali. Depois notei umas pegadas. Segui esse caminho e encontrei ela amarrada num tronco, nua. Quero Justiça" desabafou. Após algumas horas de o corpo de Maria Jaqueline da Silva, de 19 anos, ter sido encontrado, a Polícia Civil prendeu o principal suspeito do assassinato.


De acordo com o delegado Caio Morais, plantonista na Delegacia Especializada em Apuração de Homicídios (DEAH), Marcelo José Bezerra, de 28 anos, matou com requintes de crueldade a sua vizinha Maria Jaqueline por meios de espancamento e enforcamento com pedaços de cipó encontrado na mata onde o corpo foi achado nesta manhã de sexta-feira (1). O vestido da vítima também foi usado no enforcamento.

Durante depoimento na Delegacia Regional Marcelo José confessou toda dinâmica como crime aconteceu aos investigadores da 22ª Delegacia de Homicídio que estavam no caso desde o momento que o corpo foi encontrado.

Ainda segundo a Polícia Civil, a motivação para o crime teria sido um relacionamento amoroso com a vítima há cerca de 5 meses. Na última terça-feira Marcelo confessou que foi a casa da vítima e teve uma tremenda discussão com ela, que segundo ele, ameaçava contar seu relacionamento pra sua esposa, momento que ele a empurrou de um abismo de cerca de 5 metros de altura, tendo ela caído desacordada. Ele a colocou nas costas e levou para o interior da mata. Lá ele usou pedaços de cipó para enforcá-la e amarrar em um galho de arvore, tendo o corpo ficado na horizontal, tanto as pernas como a cabeça ficaram amarradas.

Após a prática do crime ele foi para o local de trabalho, uma construção onde trabalha como pedreiro. No dia seguinte passou a procurar o corpo junto com a vizinhança. Nos primeiros dias o corpo não foi encontrado, mas com a intensificação das buscas eles acharam nesta manhã.

O delegado Caio Morais pediu a prisão do suspeito que foi decretada pela justiça e ele será encaminhado para a cadeia pública.

Com informações do Portal Agreste Violento

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: