Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

VÍDEOS DO YOUTUBE

POLICIAL

DIVERSOS

SAÚDE

ECONOMIA

ESPORTES

NOVIDADES

EDUCAÇÃO

COLUNISTAS

Água Lucinda
JB Eletrônica
» » » Educação cooperativa é máxima para melhoria da produção rural familiar em Camocim de São Felix


Minimizar os prejuízos proporcionados pelo excesso de pragas em 2016 e 2017, prestar assistência e melhorias para o cultivo e mostrar aos produtores rurais que é possível manter uma produção de qualidade e saudável para a população estão entre as ações que a Cooperativa de Desenvolvimento da Agricultura Familiar do Estado de Pernambuco – Coopeafa, localizada em Camocim de São Felix, cerca de 1h e meia do Recife. Um trabalho árduo de progresso da entidade que envolve atividades educacionais, incentivos aos cooperados, expansão de sua atuação e integração com a sociedade, visando a conscientização de produtos adequados para viver bem. “Desde que a cooperativa existe investimos em educação do trabalho de cultivo para que a produção suba em termos de lucro e trabalhamos na conscientização de que uma sociedade bem alimentada para o preço justo aos produtores. Acreditamos numa cultura agrícola sem agrotóxicos e, sabemos que se eles souberem todos os benefícios para eles próprios e para a sociedade, iremos multiplicar essa meta de tentar fazer o que é melhor para nossa sociedade”, destaca Angela Nascimento, diretora administrativo-financeira da Coopeafa.

Por isso, estão trabalhando desde sua criação em 2011 num processo contínuo de orientação com os 309 cooperados, que ganhou reforços inclusive com parceria do IPA - Instituto Agronômico de Pernambuco. Por um lado, desenvolvem treinamentos para o melhor preparo do solo, adubação correta, orientação sobre as culturas já plantadas e conscientização sobe a importância da proteção ao Meio Ambiente. Mas este é um trabalho de mão dupla, pois a cooperativa também tem a preocupação de levar a sociedade junto com o produtor rural para o campo para que ele entenda o processo, o peso desse cultivo e a diferença do produto que consome. “Acreditamos que um dia esse trabalho de conscientização abrangerá todo o estado de Pernambuco, pois ainda temos poucos cooperados hoje trabalhando com alimentos orgânicos. E isso é importante levando-se em consideração que estamos tratando de uma região totalmente agrícola”, reforça Nascimento.


Esse projeto também traz outro viés extremamente importante na visão da diretora administradora-financeira: a autoestima do produtor rural. Afinal, em uma área que não se constitui polo industrial, a produção rural é a única forma de sustento da família. E auxiliá-los e fazê-los crescer em termos de produção contribuem para a crença de que podem viver da força do seu trabalho e dessa plantação que chega às outras cidades e na mesa de tantas outras famílias. “Para eles não é só o que e tem em termos de bem que importa, e sim uma imensa felicidade em ver que foi o trabalho com a cooperativa que fez a vida deles se transformarem ao ponto de poderem proporcionar poucas, mas importantes regalias para suas famílias, como uma teve melhor ou uma roupa nova para os filhos”, diz orgulhosa Angela.

E a satisfação dos esforços da Coopeafa proporcionou um crescimento expressivo nesses oito anos, e agora a cooperativa se prepara para alcançar novo estágio em sua atuação na região. E parte disso se concretiza no projeto de construção de uma unidade de beneficiamento de produtos, onde poderão processa o produto a vácuo evitando assim o desperdício ou a perda da produção. “Este é um sonho antigo da cooperativa que finalmente virá a se concretiza. Por isso, estamos trabalhando ainda mais para fazer com que a atual diretoria deixe tudo organizado para a próxima gestão”, finaliza Angela Nascimento.

Ivelise Buarque 
Jornalista / DRT-PE 2.467

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: