Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

TV WEB JB NOTÍCIAS

POLICIAL

DIVERSOS

SAÚDE

EVENTOS

ESPORTES

NOVIDADES

EDUCAÇÃO

ELEIÇÕES 2018

PREFEITURA

» » » » SINO DE IGREJA QUE TOCAVA A CADA MEIA HORA CAUSOU POLÊMICA E CASO FOI PARAR NA JUSTIÇA


Um acordo firmado com o Ministério Público de Brotas (SP) pode dar fim à polêmica sobre o sino da Igreja Matriz Nossa Senhora das Dores que toca a cada meia hora, como mostrou a reportagem exibida pelo Fantástico no domingo (18).

Inconformados com o barulho, dez pessoas juntaram assinaturas e levaram a um promotor de Justiça. Entretanto, o padre Sandro Portela respondeu à reclamação com outro abaixo-assinado em quase 2,5 mil pessoas se posicionaram a favor do badalado.

O promotor Alexandre Daruge mandou medir o barulho dos sinos e o decibelímetro registrou quase 97 decibéis, quase o dobro do permitido no período noturno.

“Essa é uma questão ambiental e especifica de poluição sonora. A gente tem que buscar uma solução em bases objetivas e não em quem mais quer e quem menos quer”, explicou Daruge.



Acordo

Para paz reinar na cidade, em vez de abrir um processo pelo sino estar fora da lei, o promotor ofereceu um acordo. A 'Ave Maria' continua tocando às 18h e o sino toca só até as 23h, recomeçando na manhã do dia seguinte, pontualmente às 6h.

“Eu acho que a melhor saída é à base do diálogo e a gente fazer aquilo que a lei pede. A igreja é aberta a isso também”, disse o padre. Ele assinou um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) que teve o repórter Ernesto Paglia da Globo como testemunha.


“Daqui para frente, muita gente por aqui pode até se queixar da falta do sino, mas depois desse acordo, pelo menos, ninguém mais vai reclamar de falta de sono”, brincou o repórter.

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: