Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

TV WEB JB NOTÍCIAS

POLICIAL

DIVERSOS

SAÚDE

EVENTOS

ESPORTES

NOVIDADES

EDUCAÇÃO

ELEIÇÕES 2018

PREFEITURA

» » » Pernambuco ganha alerta para evitar tragédias


Pernambuco terá, a partir de hoje, mais um sistema para prevenir a população em caso de desastres naturais. Um serviço de alerta por SMS, desenvolvido pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em parceria com os órgãos de Defesa Civil e as operadoras de telefonia móvel, permitirá o aviso com antecedência sobre inundações, alagamentos, temporais e perigo de deslizamentos de terra. Para receber o informe, semelhante ao serviço que Recife já dispõe desde 2013, bastará realizar um cadastro prévio.
Os alertas serão enviados pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) e pelas Defesas Civis dos estados, sem custo para a população nem para os governos. Para se cadastrar, é preciso enviar o CEP do endereço onde a pessoa mora para o número 40199. Ao fim do envio dos dados, o usuário é informado de que está apto a receber as informações. O cidadão também pode fazer o cancelamento do recebimento por meio do envio de SMS.

Cerca de 20 países contam com serviços nacionais semelhantes, como Canadá, Bélgica e Japão. No Brasil, uma iniciativa piloto começou a funcionar em fevereiro do ano passado, em 20 cidades de Santa Catarina. Em junho, passaram a receber os alertas cinco cidades do Paraná e, desde outubro, todos os moradores desses dois estados. Em novembro, foi a vez de São Paulo entrar na lista, seguido depois por Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso e Tocantins.

A partir de hoje, outros 15 estados passam a ser incluídos. Em Pernambuco, o serviço já é feito através de um alerta enviado pela Defesa Civil do Estado às coordenadorias municipais, desde 2012. Estão cadastradas 185 coordenadorias, segundo o gerente de operações da Codecipe, major Vitoriano de Almeida. No disparo de SMS do último evento de grandes chuvas, entre os dias 16 e 19, foram informados 1.080 celulares.

No Recife, desde 2013, foi implementado um repasse dessas informações que chegam via Codecipe para a população, por meio de mensagem de celular. O alerta tem hoje 24 mil pessoas cadastradas e é baseado nos dados da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac). “Na hora em que eles emitem um alerta hidrometeorológico com possibilidade de chuvas fortes, somos avisados e enviamos as informações. Se o dado vem de um órgão nacional, consultamos a Apac para saber se repercute na Região Metropolitana”, afirmou o secretário-executivo de Defesa Civil do Recife, coronel Cassio Santana.

Os alertas são direcionados sobretudo ao um terço da população da cidade que vive em áreas de morro. “Queremos despertar a pessoa para ficar atenta ao que pode acontecer. O nosso bem principal é a vida”, acrescentou. Para se cadastrar e receber o alerta recifense, é preciso entrar no site da prefeitura. Os moradores de áreas vistoriadas são automaticamente cadastrados durante visitas da Defesa Civil. Por ano, o Recife coloca lona em 15 mil pontos. No próximo mês, será apresentado o esquema da Operação Inverno deste ano.


* Por Diário de Pernambuco 

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: