Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

TV WEB JB NOTÍCIAS

POLICIAL

DIVERSOS

SAÚDE

EVENTOS

ESPORTES

NOVIDADES

EDUCAÇÃO

ELEIÇÕES 2018

PREFEITURA

» » » Menina raptada em Panelas é encontrada em Catende


A menina de 3 anos sequestrada no último domingo (24), no município de Panelas, Agreste de Pernambuco, foi encontrada no início da noite desta quarta-feira (27) em Catende, a cerca de 35 quilômetros de distância. Há suspeita de que a criança, que passa a ter identidade preservada, sofreu abuso sexual segundo exames médicos realizados em unidade de saúde de Catende.

Segundo informou a assessoria de Imprensa da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), equipes conseguiram a informação da localização da criança e negociaram através de um informante a entrega da menina, que foi abandonada nas proximidades da UPA da Usina Catende. A menina foi encontrada pouco depois das 18h por equipes operacionais e de Inteligência da Polícia Militar, Civil e da Secretaria de Ressocialização (Seres). A delegada Pollyane Farias acompanhou a mãe até Caruaru para reconhecer a menina. A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) informou que detalhes do caso só serão repassados em coletiva de Imprensa na manhã desta quinta-feira (28).

Suspeita de abuso

Segundo um laudo médico pericial assinado pelo médico Flávio Augusto Sales C. de Andrade (CRM 12921-PE), a menina foi atendida na Unidade Mista Dr. João Mayrink, em Catende por volta das 19h30 desta quarta (27). O médico constatou, no exame, que a menina apresentava hiperemia vulvar (o que significa que se constatou excesso de fluxo sanguíneo na região genital) "+ ruptura de hímen". O laudo não precisa há quanto tempo pode ter acontecido um possível abuso sexual.

Ainda segundo o documento, a criança atendida apresentava "aspecto desnutrido" e pesava 10 kg, "cabelos escassos, agitada, consciente e orientada, vestida e sem sinais de escoriações pelo corpo".

O caso

No último domingo (24), véspera de Natal, a menina foi levada de dentro de casa, onde estava com a mãe, por dois homens que chegaram pedindo um copo de água. Um deles, segundo a mulher, seria o vizinho, identificado apenas como Bino.

O rapto aconteceu por volta das 6h. Um dos homens portava um revólver e ameaçou a mãe da menina. Logo depois, os suspeitos colocaram a criança no colo e fugiram com ela em um veículo, onde um terceiro suspeito aguardava no volante. O vizinho, apesar de negar conhecer os outros dois envolvidos no crime, chegou a dizer para a mãe da menina “não se preocupar porque eles iriam cuidar bem da criança”.

Por: Folha de Pernambuco

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: