Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

TV WEB JB NOTÍCIAS

POLICIAL

DIVERSOS

SAÚDE

EVENTOS

ESPORTES

NOVIDADES

EDUCAÇÃO

ELEIÇÕES 2018

PREFEITURA

» » » Membro de quadrilha preso em Alagoas já planejava ataque a banco


O homem preso na noite do último sábado (28), em Maceió, é o terceiro mais importante de uma quadrilha que atua em toda a região Nordeste, segundo revelou o delegado Vinicius Ferrari, titular da Seção de Roubo a Banco (Serb), em entrevista coletiva nesta segunda-feira (30), na sede da Polícia Civil, no bairro de Jacarecica. A entrevista teve também a presença do coordenador do Grupo de Investigação da Delegacia Geral (GIDG), que participou da operação que resultou na prisão.


Janailson Dionísio da Silva, o “Zezé”, foi localizado em um apartamento onde membros da quadrilha estavam, no loteamento Stela Maris, no bairro de Jatiúca. Outro assaltante trocou tiros com os policiais civis do GIDG e conseguiu fugir.

Conforme o delegado, o grupo criminoso – especializado em explosão de carros fortes, roubo a empresas de valores e bancos – estava montando uma base em Alagoas e pretendia executar uma ação no Estado neste domingo (29).

Na sexta-feira, os policiais civis conseguiram visualizar o assaltante em um posto de combustíveis na Jatiúica, enquanto faziam outro trabalho relacionado ao tráfico de drogas.

Ele estava em um automóvel Mercedes e resolvemos monitorá-lo, seguindo-o até o apartamento dele”, disse o coordenador do GIDG.

O agente afirmou que, “no sábado à noite, conseguimos abordá-lo e prendê-lo. Quando chegávamos de volta ao apartamento na Mercedes, o outro assaltante fugiu em outro carro, atirando. Mais adiante, ele abandonou o automóvel, rendeu um mototaxista e foragiu”.

O coordenador do GIDG disse ainda que o preso e o assaltante que fugiu fazem parte de uma quadrilha altamente perigosa que atua em todo o Nordeste, inclusive com um modus operandi muito violento, chegando a explodir carro forte, utilizando metralhadora calibre .50, sendo por conta disso conhecidos como “Bonde da Cinquentinha”.

O delegado Vinicius Ferrari informou que existem registros da ação do grupo criminoso no Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Ceará. Somente contra Janailson existem pelo menos cinco mandados de prisão.


A Polícia Civil continua investigando para localizar outros integrantes da quadrilha que possam estar ainda no estado de Alagoas, visando prendê-los.

Todo Segundo / Alagoas 24 horas

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: