Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

TV WEB JB NOTÍCIAS

POLICIAL

DIVERSOS

SAÚDE

EVENTOS

ESPORTES

NOVIDADES

EDUCAÇÃO

ELEIÇÕES 2018

PREFEITURA

» » Chapecó chora o adeus aos ídolos, mas lança esperança no futuro


Cinco dias após o acidente aéreo que vitimou 71 pessoas na Colômbia no que foi a maior tragédia do esporte brasileiro, os corpos das vítimas fatais chegaram neste sábado à Chapecó para um velório coletivo. No momento mais emocionante do dia, ao chegarem na Arena Condá, onde eram esperados por torcedores da Chapecoense, mas também de outros clubes, os novos ídolos da Chape foram recebidos aos gritos de “o campeão voltou!”.

A cerimônia foi marcada pela emoção, sobretudo dos parentes das vítimas, que receberam de volta seus familiares entre muitas lágrimas e comoção. Nas arquibancadas, a emoção contagiou os torcedores, que viveram uma tristeza inimaginável, no mesmo estádio onde viram o clube sair da Série D em 2009 para a final da Copa Sul-Americana em 2016.

Nos discursos, prevaleceu o consternação, mas também vieram repletos de mensagens de fé no futuro. A promessa geral é de reerguer o clube. "Nosso escudo é forte", disse o Índio Condá, torcedor símbolo, em entrevista à BandNews TV. A Chape nasceu de novo, e o maior campeonato que já enfrentou começa nos próximos dias. No gramado, as crianças da escolinha de futebol do clube encarnavam a esperança. No mesmo time, o pequeno Indiozinho Condá, visto chorando na última terça-feira no colo do pai, já esboçava algum sorriso inocente. Enfim, vida que segue.

O dia começou no aeroporto. Os aviões da FAB (Força Área Brasileira), com os corpos dos jogadores e comissão técnica da Chapecoense chegaram a Chapecó por volta das 9h45, com quase duas horas de atraso do que estava programado. No primeiro contato com os parentes mortos, muito choro. Mas também aplausos.

Band

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: