Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

VÍDEOS DO YOUTUBE

POLICIAL

EDUCAÇÃO

ECONOMIA

ESPORTES

EVENTOS

TECNOLOGIA

SAÚDE

TURISMO

SERVIÇOS

COLUNISTAS

ANUNCIANTES

ÁGUA MINERAL

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM LAVADORAS

CURSOS


Presencial com Aulas Práticas e Certificado. Seja um Profissional
» » » BOM CONSELHO: A HISTÓRIA - PARTE 2

OS FUNDADORES


Quando o Brasil colônia desenvolvia o “ciclo do couro”, chegaram vindos de Portugal precisamente da Cidade do Porto, três irmãos, componentes da família “Cruz Villela”, descendentes de judeus, foragidos da inquisição.
Estabeleceram-se no Brasil onde posteriormente converteram-se ao Cristianismo. Chegados à capital da Colônia, Salvador, resolveram separar-se. O primeiro deles segue para Minas, atraído pelo ouro; o segundo fixou-se em Sergipe e Bahia, e o terceiro, Manoel da Cruz Villela, comprou de Jerônimo Burgos de Souza e Eça, uma Sesmaria de 30 léguas (180Km²), que custou Duzentos Mil Réis no ano de 1712.

Compreendia o terreno das seguintes dimensões: “as terras” ao Sul de Alagoas (Palmeira Dos Índios) e (Tanque D’Arca, campo de Anadias); em Pernambuco ao Norte, faziam divisas com o Município de Garanhuns, próximo ao povoado de Brejão de Santa Cruz, a Leste com o Poço do Veado, e a Oeste com o Município de Águas Belas.

Após as Províncias legais, viaja Manoel da Cruz Villela á procura do Sertão. Chegando a 46 Km de Garanhuns, ao norte da Sesmaria, uma vasta área de Agreste, á base de uma Serra de Mata abundante, próximo de um rio. E foi exatamente entre o rio e a Serra, que Manoel da Cruz Villela encontrou o lugar ideal para se fixar com uma fazenda. Ali possuía os elementos indispensáveis: Água, clima de Agreste para o rebanho, e a Serra para as plantações.


No próximo bloco: “A criação da Fazenda

Extraído do Livro Bom Conselho de Celina Ferro
Por Celina Ferro



«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: