DESTAQUES

Tecnologia do Blogger.

BOM CONSELHO

PREFEITURA

PERNAMBUCO

GIRO POLICIAL

CURSOS E CONCURSOS

CIÊNCIA E SAÚDE

ECONOMIA

EDUCAÇÃO

SERVIÇOS

TURISMO

COLUNA FATOS E FOTOS

COLUNA OPINIÃO

COLUNA ENSAIO GERAL

COLUNA VLV ADVOGADOS

Senado aprova projeto que proíbe corte de luz e de água nos finais de semana e feriado


O Senado aprovou, nesta segunda-feira (25), um projeto de lei que proíbe o corte de luz, água e gás de clientes inadimplentes nos fins de semana e feriados e obriga as empresas a avisarem o consumidor previamente do desligamento do serviço.

Por 73 votos favoráveis e nenhum contrário, a proposta retomou o texto original, que havia sido alterado em votação no plenário da Câmara. A medida agora será encaminhada para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

"Eu estou com a sensação de missão cumprida", disse o autor da proposta, senador Weverton Rocha (PDT-MA).


A relatora da proposta na Casa, senadora Kátia Abreu (PP-TO), retomou o texto que determina que religamento ou restabelecimento do serviço deveria ser feito no prazo máximo de 12 horas, e começaria a contar a partir do pedido do consumidor ou do pagamento da dívida.

A medida vale para imóveis residenciais e comerciais.

"Parece que é maldade. Corta a luz na sexta-feira, na véspera do feriado, mesmo que a família tenha aquele dinheirinho para pagar a luz", disse a relatora.

Um dos pontos mais polêmicos foi o trecho que proibia a cobrança de taxa, tarifa ou outra modalidade de contraprestação pela religação ou restabelecimento do serviço.

Na Câmara, o relator da proposta, deputado Eduardo Bismarck (PDT-CE), havia retirado esta proibição. Ele argumentou que o ponto deve ser abordado por agências que regulam os setores.

Inicialmente, a mudança não foi aceita pela relatora no Senado, mas Abreu decidiu negociar. A manutenção da taxa foi mantida, mas o corte da energia precisa ser avisado com antecedência.

Segundo a relatora, em São Paulo, Maranhão e Pernambuco, que têm as taxas mais baratas do Brasil, as empresas cobram de R$ 7 a R$ 32 para religar. Já no Tocantins, estado da relatora, a taxa pode chegar a até R$ 104.

Diante dos valores cobrados, o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), afirmou que o governo irá assumir o compromisso para, junto à Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), para tentar reduzir os valores.

"Vamos nos comprometer de chamar a Aneel e, se no prazo determinado, a Aneel não tomou nenhuma alternativa, colocar um projeto de lei para tratar das tarifas", disse.

Diante da flexibilização do governo, os três destaques que estavam previstos foram retirados pelos parlamentares. O texto foi votado sem novas modificações.

"Sabemos que é importante, mas é preciso que as operadoras coloquem a mão na consciência", disse a relatora.

Bom Conselho: Boletim das últimas 24 horas - SEGUNDA FEIRA 25/05

Temos mais 6 casos confirmados. Porém, felizmente contamos agora com mais 17 recuperados. Segundo a Secretaria de saúde do município, esse alto número de recuperados em 24h se deve ao protocolo que está sendo seguido de após o fim dos sintomas (e esses quando realizaram o teste rápido, por terem tido contato com caso positivo, já estavam sem sintomas) mais 14 dias ser considerado como recuperado.

Quase 150 mil pessoas já foram curadas da covid-19 no Brasil


No domingo (24), o Brasil alcançou o número de 149.911 pessoas curadas do novo coronavírus. Isso significa que 41,3% das pessoas que foram infectadas pelo vírus conseguiram se recuperar. Em um dia, 7.324 pessoas se curaram da doença. 190.634 pacientes continuam em observação com acompanhamento médico.

Até a última atualização dos dados, o Brasil já acumulava 363.211 casos e 22.666 mortes - 6,2% dos casos acabam em óbito.

De acordo com Ministério da Saúde, as ações de combate ao coronavírus são monitoradas e avaliadas diariamente, seguindo parâmetros e necessidades de cada estado ou município. A pasta destaca que, além de recursos financeiros, são realizados investimentos constantes na aquisição de insumos, respiradores, testes de diagnóstico, remédios e equipamentos de proteção individual para os profissionais de saúde, além da habilitação de leitos de UTI exclusivos para os pacientes graves ou gravíssimos do coronavírus.

Agência Radio Mais

Dois meses de afastamento social


Francisco Alexandre - Piúta
completamos dois meses de afastamento social. Em casa, refletindo sobre esse período e a forma de completar o tempo para diminuir o tédio e a ansiedade, fiz ligeiro levantamento das atividades, além das obrigações de trabalho,  e observei que livros, jornais filmes, internet, escrever artigos e elaborar pequenos vídeos foram atividades que ajudaram a diminuir a ansiedade, nesse tempo que ficará para sempre na nossa memória. Dias que sequer em sonhos pareciam possíveis.

Nesses dois meses tivemos de tudo. Vale lembrar a saga do Presidente indicando um remédio que o mundo inteiro diz não curar o coronavírus. Para impor sua vontade, o Presidente encheu o ministério da saúde de militares, baixou Medida Provisória com excludente de ilicitude e, finalmente, um general editou protocolo de uso para o remédio. Felizmente, o STF na quinta, 21.05, disse que a utilização de medicamentos e recomendações fora dos protocolos das agências de saúde do país e internacionais não livrará o profissional das punições previstas na legislação. Ou seja, o STF recolocou nos trilhos a legitimidade para fazer indicação de tratamento para as pessoas.

Vimos gente amontoada para receber os R$ 600,00 reais para sobreviver na crise. O programa revelou que 70 milhões brasileiros vivem na miséria, sendo que 40 milhões não existiam nas estatísticas de nenhum governo. É um erro dizer que essas pessoas utilizam programas sociais por preguiça ou que a sociedade não tem responsabilidade. Infelizmente, para quem não gosta do tema, é assim que os países desenvolvidos tratam a questão. Ah, não vale a informação desinformada de que o custo para inclusão das pessoas é impagável.

Soubemos dos 73 mil militares que receberam irregularmente o benefício de R$ 600,00. Mas, para piorar e confirmar que temos também uma pandemia no quesito ética, veio a público que jovens de classe média, estudantes universitários, mulheres de empresários, servidores, servidores públicos aposentados e seus dependente também receberam o dinheiro sem ter direito, confirmando que os desvios não são de apenas um segmento da sociedade. Inclua-se nesse rol as denúncias de desvios dos recursos por agentes públicos em várias cidades do país.

Nas irregularidades apontadas pelo TCU há dois pontos que merecem avaliação. O primeiro é a desorganização e a falta de controle do governo ao deixar de fazer a checagem dos dados das pessoas. Em vez disso, ele se preocupou com os que efetivamente precisavam, procurando desvios nos que não têm documentos, CPF ou registro de existência, ou seja, os necessitados, enquanto os aproveitadores de sempre faziam a festa com o prato que era destinado à pobreza.

O segundo problema a ser discutido é o comportamento dos que pegaram o dinheiro sem ter direito, esses são os mesmos que estão nas redes sociais a denunciar, cobrar, apontar, e dizer que parlamentares, governos, prefeitos, vereadores e quaisquer seres que ousem representar são todos corruptos. Interessante não! Mas o que significa receber um benefício ser direito, irregular e sem precisar? Isto é fazer igual aos costumam acusar. O desvio difere apenas no tamanho e na oportunidade, pois se a tivesse fariam o mesmo.
A notícia ruim é que deveremos ficar mais tempo que outros países para debelar a doença, resultado da nossa realidade e da falta de liderança para conduzir o país numa crise desse tamanho. A ciência é o caminho é somente ela será capaz de encontrar a solução para a doença, sempre foi assim e novamente serão as cabeças privilegiadas que encontrarão o caminho para possibilitar a todos nós voltarmos a conviver sabendo que novamente o ser humano venceu o desafio. Sempre foi assim e não será diferente desta vez.

Hospital no Recife registra mil pacientes curados do novo coronavírus

Na quinta-feira (21), o estado bateu recorde de número de curados e chegou a 4.176 pessoas recuperadas no estado.


O médico pneumologista Vanildo Bayer foi o milésimo paciente a receber alta do Real Hospital Português, no Centro do Recife, uma das unidades de saúde credenciadas para receber pacientes com Covid-19. Internado desde 4 de maio, o profissional passou sete dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde lutou pela vida ao lado de colegas de profissão.

Foram, até a quinta-feira (21), 4.176 pessoas recuperadas no estado. Nesse dia, Pernambuco bateu recorde no número de pacientes curados do novo coronavírus, com 1.018.

Entretanto, os pacientes recuperados representam apenas 18% do total de infectados no estado, que, nesta sexta-feira (22), chegou a 25.760 casos.

"Hoje eu só estou vivo por causa de vocês. Estou voltando para os braços da minha esposa e dos meus filhos. Graças a Deus e à minha profissão", disse Vanildo Bayer à equipe médica que o atendeu.

Uma das pessoas curadas da Covid-19 em Pernambuco foi o radialista Maciel Júnior, que passou 20 dias na UTI. Com 16 quilos a menos, ele encontrou forças para comemorar a alta. No hospital, o radialista esportivo precisou ser entubado e entrou em coma.

"Os médicos, os fisioterapeutas, começaram a me dizer o que aconteceu, porque eu não tive noção. Não tinha noção, por exemplo, que tinha ficado em coma por 11 dias. Eles estavam com muito medo dos números, dos parâmetros de medição da atuação pulmonar, porque eles eram muito baixos. Se baixasse mais, eu não ia ter como voltar", disse Maciel.

O radialista disse que sempre teve saúde de ferro e que não tem ideia de como se contaminou. "Eu não sou sedentário. Faço academia, jogava futebol, tenho boa alimentação, bebia socialmente, não fumava, não fazia parte de grupo de risco, não tenho glicose alta, não sou hipertenso. Mesmo assim, fui contaminado e cheguei a um quadro grave. O vírus não escolhe", afirmou.

O motorista de aplicativo Paulo Higashikawauchi ficou doente junto com toda a família. "Perdi o senso de tempo de espaço, perdi a noção das coisas, foi difícil", disse.

A advogada Heloísa Higashikawauchi, esposa dele, teve sintomas leves e ficou em casa. Mas o marido e a filha tiveram que ir para o hospital. "Eu tive três dias de febre, da quarta até o sábado. Quando acabou a febre, que achei que estava melhorando, comecei a ter crise de tosse. Uma tosse que não volta, que você tenta puxar o ar e não vem", disse.

A médica Sylene Rampche também se viu numa situação delicada depois de contrair a Covid-19. Ela deixou de cuidar para ser cuidada e passou 10 dias na UTI.

"Essa é uma doença muito solitária. Além do desconforto da doença em si, de você sentir muita dor, sentir muita fraqueza, febre alta, a gente também tinha a aflição do que a gente estava vivendo naquele momento. A palavra que me definiu foi medo", disse.

G1 PE

Já estão abertas as Inscrições para o Vestibular 2020.2 da AESGA


As Faculdades Integradas de Garanhuns – FACIGA, que tem como Instituição mantenedora a Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns – AESGA iniciou na última segunda-feira, 12 de maio, as inscrições para mais um Processo Seletivo.

Estão disponíveis vagas para os cursos de Administração, Direito, Engenharia Civil, Secretariado Executivo Bilíngue, Gestão Hospitalar, Gestão em Recursos Humanos, Arquitetura e Urbanismo e bacharelado em Educação Física.

Esse ano o Vestibular da AESGA apresenta uma novidade, sendo realizado com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM. De acordo com a presidente da Autarquia, Neide Brandão, as vagas remanescentes serão disponibilizadas para realização de Vestibular Agendado.

As inscrições para o Processo Seletivo, ao valor de R$ 45,00 (quarenta e cinco reais), serão realizadas até o dia 28 de junho e a data limite para Entrega dos Boletins é de 2 de julho.

Para esta Edição, também estarão abertas vagas para Portador de Diploma, Transferidos e Reintegrados. As inscrições deverão ser feitas por meio do site http://cespa.aesga.edu.br/ ou através do link abaixo: 

Para os inscritos no Processo Seletivo ENEM, o envio das documentações é obrigatório, devendo os referidos candidatos enviar através do link a seguir:

Assim como o Manual do Aluno, o Calendário e todas as normas para participação no Processo Seletivo da Autarquia, bem como os editais também estão disponíveis no site do CESPA.

VESTIBULAR 2020.2

* PROCESSO SELETIVO – NOTA ENEM 2020.2
Inscrições: até 28 de junho
Entrega dos Boletins: até 2 de julho


* PORTADOR DE DIPLOMA E TRANSFERÊNCIA EXTERNA
Inscrições: até 16 de junho

* REINTEGRADOS e ALUNOS ESPECIAIS
Inscrições: até 30 de julho

* MUDANÇA DE TURNO e TRANFERENCIA INTERNA
Inscrições: até 28 de junho

Do Blog do Ronaldo César

ATENÇÃO PARA AS NOVAS INFORMAÇÕES DADAS PELO DECRETO 023/2020, QUE TERÃO VALIDADE A PARTIR DESTE SÁBADO (23)


CORONAVÍRUS: Ministério da Saúde orienta uso da Cloroquina e Azitromicina para tratamento de pacientes com a Covid-19 no Brasil


Nesta quarta-feira (20), o Ministério da Saúde publicou as novas orientações a respeito do tratamento de pacientes com Covid-19 no âmbito do Sistema Único de Saúde. A recomendação é de que os profissionais de saúde passem  a utilizar os medicamentos Cloroquina, Azitromicina e Sulfato de Hidroxicloroquina em pacientes em casos leves, moderados e graves para deter a doença.

O Ministério da Saúde ressalta que apesar de até o momento não existirem evidências científicas robustas que possibilitem a indicação de terapia farmacológica específica para a COVID-19, o Governo Federal considera que não existe, até o momento, outro tratamento eficaz disponível para combater o coronavírus, visto que existem diversos estudos e a larga experiência do uso da Cloroquina e da Azitromicina no tratamento de outras doenças infecciosas e de doenças crônicas no âmbito do Sistema Único de Saúde.

Desta forma, a prescrição dessas medicações fica a critério do médico, sendo necessária também a vontade declarada do paciente, com a assinatura de um termo de consentimento em realizar uso desses medicamentos. Essa prescrição da Cloroquina e Azitromicina está condicionado à avaliação médica, com realização de avaliação do histórico do paciente, exame físico e exames complementares, em Unidade de Saúde.

*Agência do Rádio Mais

Guarda Municipal de Bom Conselho recebe 06 viaturas novas


De acordo com o Ministério da Justiça, para eleger os municípios que estão recebendo as viaturas, foi realizado um estudo técnico com critérios mínimos, como o número de habitantes do município; índice de criminalidade; efetivo de guardas municipais existentes e, principalmente, adequação do Estatuto das Guardas Municipais, definido na Lei 13.022/2014 que define as diversas atribuições às guardas municipais, tornando-as um importante órgão dentro do cenário da segurança pública.


Começaram a ser entregues pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública a 54 municípios do estado de Pernambuco um contingente de 280 viaturas para serem usadas pelas guardas municipais. Os recursos foram doados pela Bancada Federal do Estado de Pernambuco através da Emenda Impositiva nº 7118005. Os novos veículos irão contribuir para o fortalecimento da segurança nas cidades.

Regina Duarte não é mais secretária de Cultura


O presidente Jair Bolsonaro anunciou na manhã desta quarta-feira (20) que Regina Duarte não é mais secretária especial de Cultura. Por meio do seu perfil em uma rede social, o presidente afirmou que a atriz vai assumir a Cinemateca em São Paulo — instituição responsável pela preservação e difusão da produção audiovisual brasileira.

Regina Duarte deixa o cargo após pouco mais de dois meses à frente da pasta. Ela assumiu a secretaria de Cultura em 4 de março. De acordo com o presidente, a atriz  relatou que sente falta da família. Bolsonaro também afirmou que, nos próximos dias, o trabalho de Regina à frente da pasta será divulgado.

Em vídeo que acompanha a publicação na rede social, Regina Duarte aparece ao lado de Bolsonaro e afirmou que assumir a Cinemateca é um “presente e sonho de qualquer profissional de comunicação, audiovisual e teatro”. A atriz confirmou que sente falta dos netos e dos filhos, mas que vai continuar auxiliando o governo no novo cargo.

Durante o vídeo, Bolsonaro negou que estivesse fritando a atriz nos últimos dias e lamentou a saída de Regina.

Novos estabelecimentos e serviços autorizados a funcionar a partir de hoje


Desempregado tem benefício negado e descobre ocupar cargo de 'deputado estadual' em PE, mesmo sem ter sido eleito

Maurício Sandro Correia de Melo, de 50 anos, pediu auxílio, pelo aplicativo da Caixa, e ficou sabendo que não poderia receber o benefício por "exercer mandato eletivo".


O autônomo Mauricio Sandro Correia de Melo, de 50 anos, faz parte do grupo de trabalhadores informais de Pernambuco que solicitou o auxílio emergencial do governo federal, por causa do novo coronavírus, mas não recebeu nem a primeira parcela. Ele usou o aplicativo da Caixa Econômica, no dia 7 de abril, e ficou surpreso com a resposta do banco: "cidadão exerce mandado eletivo". O desempregado ficou sabendo que, para o governo, era "deputado estadual".

Por lei, quem tem mandato eletivo ou trabalha na administração pública não pode receber a ajuda de pelo menos R$ 600 por mês. No entanto, candidatos não eleitos e atualmente desempregados estão ficando sem o dinheiro oferecido pelo governo federal. O sistema alega que eles exercem cargo público, mesmo sem terem sido aprovados nas urnas.

Sandro foi candidato a deputado estadual em 2018, mas não foi eleito e nunca teve nenhum tipo cargo público. O grande problema, para ele, é que o resultado não permite nenhum tipo de contestação da análise.

Morador do bairro da Várzea, na Zona Oeste do Recife, ele enfrenta dificuldades financeiras, principalmente durante a pandemia do novo coronavírus. Para o sustento dele, da esposa e da filha de 4 anos, eles contam apenas com a renda da mulher, de R$ 1.800.

Sandro realizava, como autônomo, a função de corretor de automóveis. Durante a pandemia, não tem como trabalhar, e todo mês eles precisam pagar escola, financiamento do apartamento e conta de luz. A conta não fecha. "Sou cardiopata tomo 12 comprimidos por dia, mas já abri mão do plano de saúde", disse.

Sobre a situação de pessoas que foram identificadas como ocupantes de cargos eletivos, o Ministério da Cidadania e a Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência (Dataprev) disseram que "não será necessário recadastrar ou fazer qualquer operação no aplicativo" e que "a regra foi ajustada para reanálise, iniciada em 30 de abril, e todos que tiverem direito receberão as três parcelas do benefício".

Do G1 Pernambuco

Governador de Pernambuco, Paulo Câmara, anuncia que está com a Covid-19


O governador Paulo Câmara, disse, na noite desta segunda-feira (29), que testou positivo para a Covid-19. Nas redes sociais, o gestor também informou que ficará em isolamento.

"Pessoal, acabei de receber o resultado positivo para a Covid-19 no teste que realizei. Na manhã desta segunda, 18/05, apresentei sintomas gripais e fui orientado a realizar o exame. Agora, farei o isolamento rígido, seguindo todas as recomendações médicas. Continuarei acompanhando de casa cada detalhe das ações do Gabinete de Crise, do Governo de Pernambuco. Permaneceremos empenhados no enfrentamento ao novo Coronavírus. Fiquem em casa e que Deus nos acompanhe", escreveu.

A AIDS e o COVID-19


*Por: Marcelo Di Giuseppe

A Aids surgiu no Centro Oeste da África no início dos anos 80 e logo se espalhou pelo mundo matando mais de 50 milhões de pessoas, entre elas ícones nacionais e mundiais, tais como Cazuza e Fred Mercury.

Apesar do cuidado e determinação de todos os agentes de saúde e cientistas do Brasil e do mundo, só no ano de 2020 tivemos até agora 634 mil óbitos por causa do HIV, o dobro do número de óbitos do COVID-19 (315 mil).

Hoje em dia temos 41 milhões de pessoas infectadas com o vírus da Aids no mundo, número quase 10 vezes superior aos infectados pelo Coronavírus (4,7 milhões de pessoas) e, enquanto não temos a cura definitiva da Aids, já tivemos 1,9 milhões de pessoas recuperadas do COVID-19.

O Brasil se tornou referência no tratamento da Aids reduzindo a velocidade de disseminação do vírus HIV através da distribuição gratuita de medicamentos e de preservativos e adotando campanhas educativas permanentes.

Enquanto qualquer brasileiro pode ir a uma unidade de saúde pública e realizar gratuitamente um exame para saber se tem ou não o vírus HIV, exames de COVID-19 são comercializados por quase R$ 500!
O que podemos notar é que mesmo diante de toda essa mortalidade e gravidade da Aids em comparação com o COVID-19, em quase 40 anos de combate a essa doença, os governos não obrigaram as pessoas a viverem de acordo com as suas determinações, não invadiram a individualidade das pessoas, empresas não quebraram e não tivemos um oceano de dinheiro público sendo desviado pela classe política.

O desrespeito das autoridades em relação a população, seja no seu direito constitucional de ir e vir, seja no seu direito de liberdade de escolha em ser tratado pelo medicamento que algum médico entenda como eficaz, faz com que a população a cada dia que passa, desconfie ainda mais das reais intenções das autoridades no tratamento dessa questão.

A politização da doença na Organização Mundial de Saúde, na mídia do Brasil e do mundo e a insistência em não substituir as medidas restritivas severas pelo fortalecimento de medidas educativas, faz com que a solução do problema fique cada vez mais longe e muito mais lucrativo para alguns.

Por causa da pobreza de espírito de muitos governantes, o mundo certamente empobrecerá por causa das medidas adotadas e teremos mais mortes.

Ao final de todo esse drama tenho certeza que todos perceberão que mais letal do que o Coronavírus e do que o vírus HIV, é o vírus do egoísmo, que coloca projetos de poder e dinheiro acima da vida das pessoas. 

*Do Blog do IBESPE

Google Meet está, finalmente, disponível na caixa de entrada do Gmail

Alguns anos atrasada, porém, a solução de videoconferência da Google está aberta para todos os usuários com uma conta ativa Gmail
Da Redação
17/05/2020

A solução premium de videoconferência da Google, Google Meet, está disponível gratuitamente para qualquer usuário Google, nas próximas semanas.

Desde o início deste mês, qualquer pessoa com um endereço de e-mail pode se inscrever no Meet e aproveitar dos mesmos recursos disponíveis para os usuários empresariais e educacionais do G Suite.

Entretanto, recurso poderia estar à frente de vários outros semelhantes se a empresa tivesse investido como uma solução única diretamente em seus antecessores, como o GChat, diz artigo.

Conforme anúncio da empresa, qualquer pessoa com uma conta Google pode fazer chamadas com até 100 pessoas, por até uma hora. A opção para fazer isso aparecerá na barra lateral, onde é possível iniciar uma reunião e convidar os participantes em uma janela pop-up do navegador - é bastante rápido e uma discagem e um PIN são fornecidos imediatamente - ou ingressar em uma reunião existente usando um código.

Avião que transportava médico infectado com covid-19 cai no Ceará

Quatro pessoas morreram no acidente. Médico trabalhava na linha de frente contra a doença, foi infectado, e seguia para internação em uma UTI

Um avião de táxi-aéreo que transportava um médico que tinha sido infectado pelo novo coronavírus na cidade de Sobral, no Ceará, caiu cerca de 30 minutos após a decolagem, na cidade de São Benedito (CE).

Quatro pessoas morreram no acidente: o piloto da aeronave, dois profissionais de saúde e o médico pneumologista Pedro José Ferreira de Meneses, que trabalhava na linha de frente contra a covid-19 na cidade cearense. Ele foi infectado e estava sendo levado para uma UTI de um hospital de Teresina, no Piauí, sua cidade natal.

A aeronave, um Embraer Seneca de prefixo PT-RMN, de propriedade da TopLine táxi aéreo, havia decolado por volta das 17h30 da cidade cearense e desapareceu após pouco mais de 30 minutos de voo.

O avião foi encontrado em chamas por moradores próximos de um sítio na cidade de São Benedito. Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas, mas não havia sobreviventes.

A aeronave estava em situação regular, segundo a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), e, segundo pilotos da região, o comandante da aeronave era experiente e conhecia bem a região. Entretanto informações preliminares apontam  registros de mau tempo na rota do voo no momento da queda.

Equipes do CENIPA (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) devem ser acionadas para apurar as causas do acidente.

R7

Se quarentena for obedecida, Pernambuco poderá retomar as atividades em junho


Em coletiva de imprensa nessa sexta-feira, dia 15, o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, defendeu a importância da adesão da população às ações e afirmou que, caso a quarentena seja cumprida, a rotina poderá começar a voltar à normalidade no mês de junho.

"Fazemos um apelo para a sociedade pernambucana, para que possa ajudar nas medidas de distanciamento. É necessário que tenhamos sucesso para que se possa atingir o nível de platô da curva e caminhar, no começo de junho, para a redução da epidemia, assim podemos voltar com segurança à normalidade possível, à abertura das atividades no decorrer do mês de junho", afirmou André Longo. Atualmente o Estado tem 16.209 confirmações e 1.381 óbitos pela COVID-19.

PARQUES E PRAIAS SEGUEM FECHADOS - Seguem fechados os parques e praias de Pernambuco por determinação do Governo do Estado. O governador Paulo Câmara (PSB) assinou um novo decreto que veda o acesso a esses locais até o dia 31 de maio.

Do JC Online

Ministério prepara protocolo para uso de cloroquina em casos leves

Segundo a pasta, "objetivo é iniciar tratamento antes do agravamento e necessidade de utilização de UTI. Medida foi anunciada após saída de Teich


Após saída de Nelson Teich, o Ministério da Saúde prepara novo protocolo para o uso do medicamento hidroxicloroquina no tratamento da covid-19. Segundo nota divulgada nesta sexta-feira (15), novas orientações de assistência aos pacientes estão sendo finalizadas.

"O objetivo é iniciar o tratamento antes do seu agravamento e necessidade de utilização de UTI (Unidades de Terapia Intensiva). Assim, o documento abrangerá o atendimento aos casos leves, sendo descritas as propostas de disponibilidade de medicamentos, equipamentos e estruturas, e profissionais capacitados", afirma o texto.

Segundo a pasta, as orientações buscam dar suporte aos profissionais de saúde do SUS (Sistema Único de Saúdel) e acesso aos usuários mais vulneráveis "às melhores práticas que estão sendo aplicadas no Brasil e no mundo". Atualmente, o medicamento é utilizado em pacientes graves.

Discordância

O medicamento foi principal discordância do ex-ministro com o presidente da República, Jair Bolsonaro. Na live de quinta-feira (14) à noite, Bolsonaro afirmou que conversou com Teich para ele rever o protocolo de uso do medicamento, determinado pelo ex-ministro Luiz Henrique Mandetta apenas para pacientes em estado grave.

Teich, todas as vezes que falou sobre o assunto, reforçou que faltavam dados científicos que comprovassem a eficácia do medicamento. Ele chegou a dizer, inclusive, que só se basearia na ciência para defender qualquer tratamento.

PublicidadeFechar anúncio
Estudos recentes mostraram resultados insatisfatórios da hidroxicloroquina no combate à covid-19 e reforçaram a dificulade do ministro em aceitar o remédio.

Na semana passada, ele até ensaiou um recuo ao dizer que o Ministério da Saúde queria mudar o direcionamento do tratamento, ao pensar não só nos doentes em estado grave, internados, mas também nos que acabavam de contrair o vírus Sars-Cov2. Ainda assim não citou a hidroxicloroquina.

Segundo o presidente, o Conselho Federal de Medicina (CFM) indica o uso do remédio para doentes recém-infectados. "Então, falei com o Teich para ele mudar isso, e ele deve anunciar isso amanhã [hoje, sexta-feira (15)]", comentou o presidente um dia antes do pedido de demissão do ministro.

Bolsonaro chegou a dizer que caso sua mãe, de 93 anos, pegasse a covid-19, daria a ela imediatamente a cloroquina.

No início desta sexta, o presidente voltou a falar do protocolo da hidroxicloroquina na porta do Palácio da Alvorada. Ele disse a apoiadores que em algumas horas Teich anunciaria a mudança que estimularia o uso do medicamento.

O remédio foi defendido pela primeira vez em março pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Prefeitura adota novas medidas através de decreto que entra em vigor nesta segunda (18/05)


LEIA NA ÍNTEGRA O NOVO DECRETO

Celpe anuncia que mais de 75 mil pessoas terão isenção total na conta de energia


A Celpe informa que Foram cadastradas proativamente durante o mês de abril, mais de 75 mil clientes no programa de Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE). Direcionado à população de baixa renda, o benefício recebeu reforço do governo federal que concedeu desconto de 100% no consumo de energia até o dia 30 de junho. O ato faz parte das medidas de apoio à população durante a pandemia do novo coronavírus (covid-19).

As inscrições foram realizadas automaticamente pela empresa, através de consulta ao Cadastro Único (CadÚnico), e representou um aumento de 7,7% no número de consumidores beneficiados pelo programa social. Segundo a Celpe, o número atual passa das 990 mil famílias pernambucanas.

A Companhia Energética informou que a inserção automática foi realizada cruzando informações dos contratos com os dados do CadÚnico, disponibilizados à Celpe periodicamente pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A Celpe também atende as solicitações realizadas pelos clientes por meio dos canais digitais, como o site da distribuidora e por meio do WhatsApp, no número (81) 3217-6990. A possibilidade de pedir a inclusão na Tarifa Social por meio do aplicativo de mensagens começou a ser oferecida em abril com o intuito de acelerar a concessão do benefício.

Quem tem direito?
A isenção do pagamento da conta de energia está previsto na Medida Provisória 950/2020, editada pelo Governo Federal. A nova regra prevê que têm direito ao benefício os clientes cadastrados na Tarifa Social que tenham consumo mensal de até 220 kWh. O desconto de 100% vale para as faturas emitidas de 1º abril até 30 de junho.

Para solicitar a inclusão no programa, os consumidores devem ser inscritos no Cadastro Único e ter o NIS (Número de Identificação Social). A renda mensal deve ser menor ou igual a meio salário mínimo por pessoa na família. Indígenas e quilombolas também estão incluídos no benefício, que é regulamentado pela Lei 12.212/2010.

Solicitação pelo WhatsApp
Pessoas que se enquedem nos requisitos e ainda não estiverem inscritos na Tarifa Social podem solicitar a inscrição pelo WhatsApp da concessionária. Para isso, basta informar o número da conta contrato da Neoenergia e o NIS. Se o beneficiário não for o titular da conta contrato, deverão ser enviadas, também pelo aplicativo, fotos do CPF e do RG do portador do NIS. Os dados serão confirmados no banco de dados do Governo Federal e, depois, o prazo para o credenciamento no programa é de cinco dias úteis, com o início do benefício na fatura seguinte.

Brasil já é o sexto país com mais casos de corona vírus e tem 13.149 mortes


O Brasil alcançou 13.149 mortes e 188.974 infecções pelo novo coronavírus, o que o torna o sexto país com mais casos de Covid-19 no mundo, à frente da França. Foram 11.385 contágios confirmados nas últimas 24 horas, número recorde desde o início da pandemia, com o registro do primeiro caso em fevereiro. O Ministério da Saúde também acrescentou 749 vítimas à lista de casos fatais.

Em detalhes: o Rio superou as duas mil mortes: são 2.050 óbitos e 18.728 infectados. O estado foi superado pelo Ceará, que atingiu 19.156 casos. São Paulo lidera as estatísticas, com 51.097 pessoas contaminadas. Veja o mapa das infecções nos estados.

Outro olhar: pesquisadores da PUC-Rio projetam que o Brasil chegará ao dia 25 de maio com 17 mil mortes e 250 mil infectados. Estudo alerta para possibilidade de país se aproximar dos 20 mil óbitos no pior cenário.

Já um levantamento da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, prevê que o Brasil pode ter 90 mil mortes ligadas à pandemia até a primeira semana de agosto. O cenário mais letal do estudo considera possibilidade de 194 mil casos fatais.

                                   NO BRASIL

188.974
CONFIRMADOS
13.149
MORTOS

                                        NO MUNDO


4.330.982
CONFIRMADOS
295.671
MORTOS
*Fonte: O Globo



Prefeito inaugura Ala reformada para atender pacientes com problemas respiratórios

MEC prorroga autorização para cursos a distância


O Ministério da Educação (MEC) estendeu por mais um mês a autorização para que instituições de ensino adotem o ensino a distância no lugar das aulas presenciais. As secretarias, as diretorias e os professores podem adotar tecnologias da informação e comunicação para aplicar o conteúdo aos alunos.

A medida vale para a rede federal, incluindo universidades e institutos de educação técnica, além de instituições de ensino superior públicas e privadas. Não são enquadradas na regra as redes estaduais e municipais de educação básica. Além da substituição, é possível também a suspensão do calendário.

O MEC argumenta que o objetivo da medida é manter a rotina de estudo dos alunos. A decisão foi adotada inicialmente no dia 18 de março. De acordo com a norma, cabe à direção de cada instituição definir quais disciplinas serão ofertadas na modalidade a distância e fornecer os equipamentos que permitam aos alunos acompanhar as aulas.

Segundo o portal do MEC sobre a situação das universidades federais durante a pandemia, 59 das 69 universidades estão com atividades suspensas, o que envolve 962.072 alunos. Além das universidades, 32 dos 41 institutos federais estão com as atividades paralisadas. Os demais mantêm atividades a distância e poderão gozar da prorrogação definida pela pasta, que vai até junho.

Agência Brasil

COLUNA ENSAIO GERAL: VEREADOR "DALUZ"

Morreu no dia 15 de março de 2020, Francisco Ricardo Ramalho (DALUZ), sem sombra de dúvida o político mais fiel de todos os que passaram por nossa terra.

Daluz era oriundo dos partidários do Coronel Zé Abílio, e foi chefe político do Coronel no distrito de Lagoa de São José por muitos anos. Ele me confidenciou uma vez que na eleição polemica de Manuel Luna e Arnaldo Amaral (1968), o cartório eleitoral de nossa cidade que era comandado por partidários do Coronel José Abílio, reteram os novos títulos do pessoal que votavam em Arnaldo Amaral e que por este motivo Arnaldo não ganhou de Manuel Luna.

Daluz na eleição de 2000, ficou do lado de Walmir Soares e foi eleito vereador pelo o DEM, na composição da mesa da casa, ele era o candidato favorito para ser presidente, pois, dos 11 vereadores ele tinha 6 votos e Judite Alapenha tinha 5 votos, portanto ele foi para a posse de Dr. Daniel crente que seria eleito Presidente da câmara municipal, porém nos bastidores o pessoal que apoiava Judite, conseguiu tirar um voto dele e ela foi eleita presidente.

Parece que estou vendo o episódio, Daluz já tinha preparado uma festa na sua casa para comemorar a eleição, porém na hora de contar os votos ele ficou com 5 votos e Judite com 6 votos. Eu vi a hora de ele ter um infarto, pois, ficou branco que nem cera, e o pessoal sem acreditar, contaram novamente os votos para confirmar o que estava acontecendo, e realmente Daluz perdeu as eleições.

Tempos depois Daluz fazia parte do governo de Daniel Brasileiro, e foi seu fiel escudeiro, tanto no governo de Daniel, como no governo de Audálio Ferreira.
Durante a gestão de Judite Alapenha como presidente da câmara municipal de Bom conselho, ela disse que não queria ser reeleita presidente. Então Daniel Brasileiro resolveu reparar o que houve na eleição anterior para presidente da câmara, e resolveu que Daluz seria eleito presidente, já que Judite não queria concorrer à reeleição.

Pois bem, meus senhores, tudo acertado, quando faltava uma semana para a eleição, Judite chega e diz que vai concorrer à reeleição, agora para convencer Daluz de não concorrer à presidência não foi mole, foi preciso muita negociação, para que ele abandonasse a candidatura e apoiasse Judite, e assim ele fez, mais uma vez foi preterido, porém como partidário foi fiel, e não rompeu com o grupo.

Daluz foi vereador por 5 legislaturas, sendo inclusive em uma delas presidente da câmara. Daluz tinha duas paixões: POLÍTICA E CARTEADO, morreu aos 90 anos, teve uma assistência extraordinária da minha amiga Fatima que foi sua esposa e companheira nos últimos anos da sua vida. Já não se fazem mais políticos como ele.
           
 *Por Alexandre Tenório