Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

POLICIAL

ECONOMIA

EDUCAÇÃO

PREFEITURA

TECNOLOGIA

ESPORTES

SAÚDE

TURISMO

SERVIÇOS

COLUNISTAS

V-LINK PROVEDOR

RUA 13 DE MAIO,05 POR TRÁS DO SANTANDER EM BOM CONSELHO

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM LAVADORAS

RUA PARAÍSO,52 -COHAB - BOM CONSELHO/PE. FONES:(87) 9.9638-9489(ZAP) / 9.8166-3600

Sobe para nove número de mortos vítimas da chuva no Grande Recife


O Corpo de Bombeiros encontrou ontem(16) os corpos de dois irmãos que estavam desaparecidos em Camaragibe, região metropolitana de Recife, em função dos deslizamentos de terra ocorridos após a forte chuva registrada nesta semana. Com a identificação dos corpos, subiu para nove o número de mortes na região, provocadas pela chuva.

De acordo com os bombeiros, Ítalo de Souza e Lucas da Silva estavam desaparecidos desde quinta-feira (13), quando um deslizamento de lama soterrou a casa onde moravam. Os alagamentos e quedas de árvores também provocaram a morte de um adolescente após a queda de uma barreira em Jaboatão dos Guararapes. Em Recife,  uma mulher foi encontrada morta dentro de um carro que afundou em um túnel inundado na capital.


De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac),  a previsão do tempo neste domingo para a região metropolitana é de céu parcialmente nublado, com pancadas de chuva ao longo do dia com intensidade moderada a forte.

Um fenômeno conhecido como Perturbação Ondulatória dos Alísios foi o que provocou as chuvas intensas de ontem. Esse fenômeno significa uma agitação decorrente da movimentação dos ventos alísios, evento bastante comum na época chuvosa, caracterizado por fortes ventos, muita umidade e chuvas intensas.

Por: Agência Brasil

Reunião Intermediária de Acompanhamento do Selo Unicef acontece hoje

O Selo Unicef, em parceria com a Prefeitura de Bom Conselho, realiza nesta segunda-feira, 17 de junho, a Reunião Intermediária de Acompanhamento do Selo Unicef.


O evento vai acontecer na Câmara de Vereadores, com início às 08 horas da manhã, e servirá para fazer uma análise da evolução dos indicadores em relação ao panorama inicial – apresentado no primeiro Fórum Comunitário. Este momento também serve para reforçar o comprometimento público dos prefeitos, secretários municipais, vereadores, articuladores e Conselho Municipal de Defesa da Criança e do Adolescente com a realização do Selo Unicef.

Hospitais filantrópicos vão contar com nova linha de crédito de R$ 1Bilhão.


Os hospitais filantrópicos vão contar com nova linha de crédito de R$ 1 bilhão lançada nesta quinta-feira (13). Resultado de parceria entre o BNDES e o Ministério da Saúde, destina financiamentos a instituições sem fins lucrativos que prestam atendimentos a usuários do SUS.

Nova linha oferece crédito para melhorias de gestão e investimentos na modernização das instituições. Entidades interessadas deverão apresentar diagnóstico institucional e plano de ação

Contribuir para a reestruturação financeira das entidades filantrópicas e para a melhoria dos serviços prestados por essas instituições aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Esses estão entre os objetivos da nova linha de crédito BNDES Saúde, que vai beneficiar quase 2 mil unidades do setor. Diante da relevância das filantrópicas como parceiras fundamentais da rede complementar do SUS, o lançamento da nova linha de crédito reuniu, nesta quinta-feira (13), no Palácio do Planalto, em Brasília, diversas autoridades do país, entre elas o presidente da República, Jair Bolsonaro, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Joaquim Levy.

Responsável pela metade dos atendimentos e procedimentos hospitalares de média e alta complexidade da rede pública de saúde de todo o Brasil, as entidades filantrópicas contarão com R$ 1 bilhão da nova linha de financiamento. “O BNDES assinou com o Ministério da Saúde o contrato das Santas Casas. Assim, o Fundo Nacional de Saúde garante que não haverá inadimplência, e isso abre espaço para o BNDES ter a menor taxa de juro de 9%, enquanto o mercado cobra de 20 % a 22%”, explicou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

O presidente Bolsonaro destacou que o programa permitirá ao BNDES destinar financiamentos àqueles que mais precisam: “Quem precisava (de financiamento) para o bem, como as Santas Casas, ia a outros estabelecimentos bancários e pegava a juros de 4, 5 vezes superior”, afirmou o presidente, durante o lançamento do programa. Agora, o governo apoia a recuperação financeira dessas instituições e a consequente melhoria do atendimento público prestado por elas.

A importância do setor para a rede pública de saúde pode ser traduzida em números: em 2018, as filantrópicas disponibilizaram aos pacientes da rede pública quase 129 mil leitos, o que representa 37,6% do total de leitos disponíveis no Brasil. Atualmente, 2.147 entidades hospitalares filantrópicas prestam serviços ao SUS, atendendo em 1.308 municípios de todas as regiões do país. Em 968 municípios, a assistência hospitalar é realizada unicamente por essas unidades. “Sabemos da importância dessas instituições e, por isso, temos que pensar na sustentabilidade de longo prazo das filantrópicas. E é exatamente esse o objetivo do BNDES saúde, com empréstimos de 12 a 18 anos, com taxas de juros muito competitivas. E para garantir sustentabilidade a longo prazo, não basta ter mais dinheiro, é preciso fortalecer a gestão”, afirmou o presidente do BNDES, Joaquim Levy.

Dannilo Godoy – um segundo mandato ainda melhor do que o primeiro


Por: Assessoria da PBC

O prefeito de Bom Conselho, Dannilo Godoy, continua realizando um grande trabalho em seu município e muitos bonconselhenses analisam que o segundo mandato do prefeito está ainda melhor do que o primeiro.

Desde 2013, ano que iniciou a primeira gestão de Dannilo, Bom Conselho vive a realidade de sucessivas novas obras públicas, o que tornou o jovem prefeito conhecido por todo seu empenho e criatividade em conseguir recursos públicos para seu município. Grandes obras e ações foram entregues nos seus quatro primeiros anos de mandato, bem como novas ações e programas implantados no serviço público municipal.


Aliado a todas as melhorias implantadas no município veio a permanente presença de Dannilo e sua equipe junto a população, o que tornou o seu primeiro mandato reconhecido pela eficiência não só em Bom Conselho, mas em todo Pernambuco. E em seu segundo mandato, o ritmo de trabalho continua o mesmo do primeiro, que o credenciou a ser o primeiro prefeito reeleito da terra de Papacaça.

Dannilo é o primeiro prefeito reeleito da terra de papacaça e neste seu segundo mandato mantém um forte ritmo de trabalho inaugurando obras e assinando ordens de serviços para outras. Algumas obras conquistadas nos seus primeiros quatro anos como gestor foram entregues a população recentemente, como, por exemplo, as UBS’s Angico e Feijão.


Nos últimos meses, entre tantas outras ações, as ordens de serviços para a reforma e ampliação do Hospital Monsenhor Alfredo Dâmaso e para a construção de uma UPA 24 horas foram assinadas e as obras se encontram em pleno desenvolvimento.


E as obras e ações não para por aí. A Adutora do Cinturão Verde é uma realidade e mais de 35 km de tubulações já foram instalados. O Cidade Digital está sendo concluído e internet ficará disponível em prédios públicos como postos de saúde e escolas, além de praças. O terra pronta está beneficiando mais de mil agricultores. Dois grandes programas, o Prefeitura no Campo e o Prefeitura no Bairro atendem constantemente, em finais de semana, a população carente do município, entre tantas outras obras e ações.


Ao mesmo tempo que realiza grandes obras, Dannilo é um gestor responsável e que cumpre com as obrigações, mantendo salários em dia e antecipando décimo terceiro ainda no mês de maio para a educação. A prefeitura ainda é uma das mais transparentes do Estado, segundo dados divulgados pelo TCE. É por isso e muito mais que os bonconselhenses e até moradores de cidades da região afirmam que o segundo mandato do prefeito Dannilo Godoy está ainda melhor do que o primeiro.

Esse ritmo de trabalho é uma marca de Dannilo Godoy, que faz questão de registrar todos os momentos e divulgar em suas redes sociais, que é mais um meio de prestar contas a população do seu mandato.

Bom Conselho: 5 estudantes vivem um dilema para conseguir transporte que os levem à faculdade


Uma das  melhores  formas  de  se  mudar  o  mundo  é  por  meio  da  educação,  mas para  alguns  não  é  fácil  estudar,  se  por  um  lado  o  direito  à  educação  “gratuita”  é garantido,  por  outro  lado  o  acesso  a  ela  é  negado,  e  segundo  o  art.206,  inciso  I da  constituição  devemos  ter  o  seguinte:  “igualdade  de  condições  para  o  acesso permanente  na  escola”.  É para termos esse acesso que eu e mais 4  colegas estamos  precisando  da  ajuda  do  governo  municipal,  para  que  possamos  ir  à faculdade  aos sábados em  Palmeira  dos Índios-  AL.

Em dezembro de 2018 procurei os vereadores para ter o seu apoio, de início ainda com a vereadora Lea Ramos como presidente da câmara, se propôs a encaminhar um ofício para o poder executivo dar o seu parecer, não obtive resposta.  Entrando em contato com a vereadora e agora atual presidente da câmara, Sandra Tenório, ela me pediu para comparecer àquela casa que eles iriam tentar resolver, chegando lá me passaram que o município não tinha condições de contratar mais um carro.  Foi quando a vereadora Sandra propôs que cada um dos 13 vereadores contribuísse com uma quantia simbólica para nos ajudar.

Já imaginam o que aconteceu, não é?  Falou em mexer no bolso nada aconteceu.  Dos 13, apenas Sandra e Gilmar se disponibilizaram a ajudar. Ao vereador Gilmar Soldado agradeço imensamente, pois desde que o procurei ele disse que nos ajudaria até o fim de seu mandato.  Por isso insisti em busca da ajuda dos demais, pois eu acreditava que se um vereador podia fazer algo, os 13 juntos poderiam fazer muito mais (se quisessem).   O que foi alegado: o município não tem condições, o município não tem obrigação com ensino superior, mas se fosse este o caso o município não disponibilizaria transportes para os universitários durante os 5  dias  da  semana, enquanto  que  nós  precisamos    aos  sábados.

É impossível?  Só queremos terminar nossa faculdade que conseguimos com tantos  esforços,  facilitem  nossa caminhada,  contribuam  para  o  progresso  de  alguém,  afinal  que  culpa  temos  de estudarmos  em  outras  cidades  e  estados?  Quais as chances que nós jovens temos em nossa cidade?  Não escolhemos tomar rumos diferentes longe de nossa terra, é falta de opção mesmo, pois não há desenvolvimento nenhum em nossa cidade.  Ou será que o desenvolvimento humano por meio da educação causa medo ao governo?  Talvez seja essa a questão, o opressor temendo  ficar nas  mãos  dos  oprimidos.

Senhores vereadores, revejam suas atitudes, afinal quem paga os salários de vocês?  Para quem vocês trabalham?  Talvez próximo ano vocês decidam nos ajudar, não é?  E eu estarei aqui para lembrá-los que desde 2017 precisamos da ajuda de vocês.   Obrigada ao blogueiro Josenildo Batista, por me permitir fazer uso de seu conceituado blog.  

    Fabiana Félix Cordeiro!    

*O Blog JB Notícias está abrindo espaço para o direito de resposta afim de se  publicar esclarecimentos quanto aos fatos apresentados nesta reportagem.
Para maiores informações sobre direito de resposta veja link abaixo:

Empresario Alexandre Tenório cobra providências e sugere mudanças em feira livre


Infelizmente muito pouco do que eu tenho alertado a administração municipal, sobre algumas coisas erradas, tem sensibilizado o poder municipal para que ele tome as providências e resolva o problema. Porém vou continuar insistindo em pedir a solução de problemas que podem ser resolvido com uma simples ordem do senhor prefeito.

Vamos falar da feirinha das quartas-feiras que existe atrás do mercado de carne. Esta feira tem mais de 50 anos de existência. Todas as quartas-feiras eram colocadas algumas bancas de verduras, que ao término do dia, eram retiradas e somente na outra semana eram colocadas de novo, por isto que o nome é “feirinha das quartas-feiras”.

Pois bem leitor, de uns tempos para cá, esta feira se tornou permanente, deixando de funcionar apenas aos domingos. A feira aumentou e passou a ocupar o começo da Rua Frei Caneca, a descida da ladeira do mercado de carne nos dois lados e uma parte da ponte do corredor (aos sábado uma loja de tecido que tem na ladeira ainda coloca uma banca no calçamento). Tudo isto feito desordenadamente, sem nenhum critério técnico e de civilidade, ou seja, virou uma bagunça.

 Os pedestres tem que andarem pelo o meio da rua, ficando exposto a um acidente, que por sinal já aconteceu várias vezes, graças a deus de pequenas proporções. Para agravar o problema alguns imbecis donos de veículos acham por bem pararem na ladeira ou na ponte fazendo com que a dificuldade para os pedestres aumente e também o fluxo de veiculo, ou seja, aquilo ali virou um cabaré de quinta categoria. Infelizmente não é só a administração atual que não fez nada para resolver este problema, os dois governos anteriores também lavaram as mãos.  Como sempre faço quando crítico uma coisa, dou a sugestão de resolver o problema, vão aqui às sugestões:

1-      Retirar a feira de onde está e realocar na Rua Frei Caneca no espaço que compreende o abatedouro Frei Caneca até o beco que sai para a Rua Manuel Borba - a Rua Frei Caneca é uma rua morta, embora seja no centro é como se não existisse, a feira ficaria excelente ali. No período das 6 horas da manhã até às 3 horas da tarde (HORÀRIO QUE A FEIRA ACABA) este trecho da rua ficaria fechado. Soube que o nobre vereador e amigo - Alípio Soares - já entrou com um requerimento pedindo que esta mudança seja feita. Cabe apenas ao senhor prefeito ter coragem de fazer a mudança.

2-      Aonde hoje é a feirinha, atrás do mercado de carne ficariam as bancas de peixe.
Tenho certeza absoluta que com esta atitude se resolveria o problema que hoje existe. Que vai haver alguma chiadeira vai, porém os benefícios serão muitos maiores que os malefícios. Agora é necessário que depois de realocar a feira a “GUARDA MUNICIPAL” entre em ação e não deixe mais ninguém comercializar naquela área.  

Para finalizar o artigo vou contar uma história que ilustra bem o que estamos falando neste artigo.


No primeiro mandato de Gervásio Matos como prefeito de nossa cidade, a feira dos sábados era na Praça Dom Pedro II, isto vinha desde o início da formação da nossa cidade, pois bem, num dia de feira logo pela manhã desce desgovernado uma caminhão com vários tonéis de leite, que causou a morte de pessoas, diante desse fato, Gervásio corajosamente, tirou a feira da Praça Dom Pedro II e colocou-a nas ruas que hoje ela funciona. Na época houve uma chiadeira danada, hoje ninguém lembra que um dia a feira foi na Praça Dom Pedro II.

Já pensou senhores leitores, um carro perder a direção no começo daquela ladeira, à bagaceira que não vai acontecer. Infelizmente isto já aconteceu duas vezes, primeiro houve a morte de uma pessoa que estava no começo da ponte onde hoje é a casa da china, a segunda aconteceu a pouco mais de 6 meses, felizmente a feira já tinha acabado e houve apenas danos materiais. Por isto mais uma vez peço ao senhor prefeito que use a sua caneta para resolver este grande problema. O povo de Bom Conselho lhe agradece. Gostaria que os assessores do nosso prefeito, o fizessem ler este artigo. Tenho dito.

Bom Conselho esteve presente no Encontro de Gestores do Selo Unicef no Recife


No último dia 13 de Junho, na cidade do Recife, aconteceu um encontro dos Gestores e Gestoras do Selo Unicef.  Bom Conselho esteve presente, através de sua articuladora Mirella Tenório Ferro de Almeida. Bom Conselho está entre os 123 municípios de Pernambuco que aderiram ao Selo Unicef edição 2017-2020. Foi um momento muito importante para firmar os compromissos de meio período da edição. O prefeito Dannilo Godoy e toda a sua equipe estão empenhados e lutando incansavelmente para conquistarem, pela primeira vez na história do Município, o Selo  Unicef. Todos na luta pelos direitos da criança e dos adolescentes. 



Estudantes de Bom Conselho formam comissão para cobrar a realização de concurso público no Município


Nos últimos dias, um grupo de estudantes de Bom Conselho PE formou uma comissão para cobrar da Prefeitura local a realização do concurso público. A necessidade do certame se tornou urgente, pois são mais de 12 anos do último concurso e os impactos na falta de oportunidade para os jovens, na precariedade na prestação dos serviços públicos e no aumento do déficit do Regime de Previdência do Município são alarmantes.


Para esclarecer à população e aos governantes locais, o grupo criou uma petição pública online (ver link abaixo), fez reunião com membros do Poder Legislativo Municipal e com professores, além de participar de um debate na rádio Papacaça. Dentre os pontos destacados na pauta estão:

* A não realização do concurso público há mais de 12 anos causa uma falta de oportunidade para os jovens que estão estudando e buscando oportunidade através do mérito e do empenho.

* A não realização do concurso implica no enfraquecimento do serviço público. Temos tal impacto na fragilização de diversas classes e cargos que contam com a diminuição no quadro efetivo de servidores ao longo de 12 anos, dificultando, assim, a organização e busca por valorização.

* A não realização do concurso atinge diretamente a população, por não ter um serviço adequado pela ausência de profissionais, por exemplo, em cargos essenciais como Professores, Agentes de Saúde, Agentes de Endemias, Guardas Municipais, etc.

* A não realização do concurso gera um "rombo" ainda maior na Previdência do Município, já que o pagamento de aposentadorias e demais benefícios é feito pela contribuição dos servidores efetivos (concursados), e sem realizar concurso há mais de 12 anos, não tem novos contribuintes. É importante ressaltar que servidores comissionados sem vínculo efetivo e contratados contribuem para o INSS e não para a Previdência do Município. Por isso toda Prefeitura que não realiza concurso há muitos anos tende a causar um desequilíbrio no seu Regime de Previdência e o destino é "quebrar', gerando o risco de não pagar aposentadorias dos servidores.

* A não realização do concurso fere princípios constitucionais, dentre eles os princípios da Administração Pública inseridos no artigo 37 da Constituição Federal (Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade, Eficiência). Uma vez que a regra para ingresso no serviço público é através de concurso, a seleção simplificada de contratos temporários é exceção para situações de urgência e transitórias, por excepcional interesse público. Tornando inconstitucional essa prática constante e desmedida. Esse é o entendimento do Ministério Público, do STJ e do STF.




Por: Comissão

Avança a obra de Reforma e Ampliação do Hospital de Bom Conselho


A reforma e ampliação do Hospital Monsenhor Alfredo Dâmaso está em ritmo acelerado. Com o passar dos dias, o trabalho dos operários avança por novas etapas do prédio e a evolução da obra é perceptível.


O cronograma de trabalho estabelecido está sendo cumprido e tudo o que foi planejado para a obra está se tornando realidade. Quem passa pelo local observa o ritmo de trabalho dos operários e o avanço dos serviços a cada nova semana.


Muito preocupado com os bonconselhenses, o prefeito Dannilo Godoy sempre exigiu que essa obra atendesse ao que a sua população sempre desejou: um hospital bonito e mais confortável. E quem visita o local constata a qualidade do serviço e materiais utilizados em setores que já estão praticamente finalizados.


Quem passa pela rua Cleto Campelo, em frente ao hospital, já observa a mudança em uma boa parte da sua fachada também. A obra se espalha tanto pela parte externa, quanto pela interna. E com isso mais um sonho dos bonconselhenses vai ficando cada vez mais próximo de se tornar realidade.

Por: Assessoria PBC

Coluna Ensaio Geral: Seu tenorinho


Eu escrevi sobre os 15 homens mais importantes de nossa cidade no século XX. Porém devo admitir que esqueci um nome importante que deve constar nesta lista que passará de 15 para 16 nomes.
Odilon Tenório Cordeiro, filho natural de Bom Conselho, foi uma das pessoas mais inteligentes que eu conheci, principalmente por ele só ter estudado até a 4º série primária. Seu Tenorinho como era conhecido, tem hoje o seu nome dado ao PARQUE INDUSTRIAL DE NOSSA CIDADE. Na década de 30 ele juntamente com meu tio Gervásio Pires, fundaram um jornal muito importante para a época “O PROGRESSO”. 

Seu Tenorinho além de ter um conhecimento muito vasto sobre história e geografia, era um bom matemático. Foi ele o construtor da ERMIDA DE SANTA TEREZINHA, foi também o construtor da PONTE DO COLÉGIO (DEPOIS QUE ELA FOI LEVADA POR UMA GRANDE CHUVA), foi o construtor da PONTE DA BARRA DO BREJO (que resistiu a uma grande enchente que levou metade do distrito).

Ele foi uma pessoa muito importante na minha vida, pois com ele aprendi muito sobre história e geografia. Ele frequentava a loja do meu avô seu “José Correntão” e nós fizemos uma grande amizade, embora a diferença de idade fosse enorme, eu passei a gostar e admirar aquele senhor, e ele passou a me considerar como seu discípulo.

Seu Tenorinho numa luta grande, pois não era uma pessoa rica, formou todos os seus filhos em medicina, engenharia, professor etc. Para formar os seus filhos teve de sair de nossa cidade e ir morar em Recife, porém todo mês vinha para Bom Conselho e a loja do meu avô era seu paradeiro certo como já disse anteriormente. Morreu e foi sepultado aqui em Bom Conselho com mais de 90 anos, lúcido e com a sua inteligência intacta. Sem sombra de dúvidas ele foi um dos grandes nomes da construção civil em nossa cidade. Um dia ele me confessou, que na construção da ERMIDA DE SANTA TEREZINHA, o seu desafio maior, foi colocar a cruz no alto da ERMIDA, pois ventava muito e era muito perigoso.

Seu Tenorinho de estatura alta, magro, cor branca, cabelos precocemente brancos, andava sempre de paletó, e dentro do paletó ele carregava uma tesoura grande, que era para se defender dos malandros. Quando ia receber o dinheiro da aposentadoria no banco, vestia-se como um mendigo, para não despertar suspeita, e assim chegou aos 90 anos sem ser assaltado em Recife. Um grande homem, um grande bom-conselhense.
   

Jovem de 23 Anos Morre em Acidente em Garanhuns

Um rapaz de 23 anos morreu vítima de acidente de automóvel na noite desta terça feira (11/06) na BR-424, próximo à água mineral Serra Branca, no Magano em Garanhuns/PE. Raldinei Torres Brito Vieira, como era conhecido, estava em um veiculo Astra quando por volta das 22 horas o veículo onde ele estava colidiu com um caminhão Ford. Raldinei morreu no local. O condutor do Astra cujo nome não foi informado foi socorrido ao Hospital Regional Dom Moura.

Raldinei era ex-atleta de futebol, e já havia jogado pelo clube Sete de Setembro de Garanhuns. Equipes do SAMU e Corpo de Bombeiros estiveram no local fazendo os devidos procedimentos para retirar o corpo de Raldinei das ferragens e em seguida encaminhar para o IML de Caruaru.
Informações: Carlos Eugênio

Congresso aprova crédito suplementar de R$ 248 bi por unanimidade


O Congresso aprovou por unanimidade nesta terça-feira, 11, a autorização de um crédito suplementar de R$ 248,9 bilhões solicitada pelo governo. A aprovação aconteceu após as votações da Câmara e do Senado.

Os 450 deputados presentes no Congresso também haviam aprovado a medida por unanimidade na noite desta terça. Os senadores, em seguida, deram 61 votos a favor da medida.

O crédito extra evita o descumprimento da chamada regra de ouro do Orçamento – mecanismo previsto na Constituição que impede ao governo contratar dívidas para pagar despesas correntes, como salários e benefícios sociais. De acordo com o governo, sem a aprovação do projeto, os pagamentos do Benefício de Prestação Continuada (BPC) seriam interrompidos neste mês e os do Bolsa Família, em setembro.

Ucrânia garante vaga inédita na final do Mundial Sub-20

Os ucranianos venceram a Itália, por 1 a 0, com gol de Buletsa. Os italianos chegaram ao empate nos acréscimos, mas arbitragem anulou, após consulta ao árbitro de vídeo.


A Ucrânia venceu a Itália, nesta terça-feira, pela semifinal da Copa do Mundo Sub-20 e garantiu a classificação para a final da competição. Buletsa marcou o único gol da vitória por 1 a 0. Scamacca chegou a marcar o gol de empate nos acréscimos, mas o VAR anulou o tento, apontando a falta. Os italianos eram favoritos e tiveram mais controle do jogo, mas a Ucrânia foi mais agressiva e soube aproveitar melhor as oportunidades.

POUCAS CHANCES

A partida não foi muito movimentada no primeiro tempo, com ambas equipes com poucas chances reais de gol. Buletsa teve a melhor oportunidade. O atacante chutou no canto esquerdo e obrigou o goleiro Plizzari a fazer uma boa defesa para evitar que a Ucrânia saísse na frente.


A Itália teve mais posse de bola, mas não conseguiu transformar esse domínio em chances de gol. Foram apenas dois chutes a gol, sendo que nenhum foi na direção do goleiro Lunin, do Leganés, mas que pertence ao Real Madrid. A Ucrânia, por sua vez, chutou oito vezes a gol, com dois na direção de Plizzari, quatro para fora e dois bloqueados.

A Ucrânia voltou para o primeiro tempo da mesma forma que terminou o segundo: com menos posse de bola, mas mais perigosa no ataque. Em uma das fortes investidas, Konoplia cruzou na área e Buletsa bateu bem sem chances para o goleiro. Esse foi o terceiro gol do atacante do Dínamo de Kiev na competição.

VAR DECIDE


O jogo ficou mais difícil para a Ucrânia mais próximo do fim, tendo em vista que Popov foi expulso, por receber o segundo cartão amarelo. Apesar da superioridade numéria da Itália, os ucranianos permaneceram com o mesmo estilo de jogo e chegaram a acertar o travessão. Nos acréscimos, porém, Scamacca acertou um lindo chute e empatou a partida, mas o VAR anulou o tento, apontando falta do atacante. Com isso, os ucranianos garantiram a vaga.

Previdência de Estados e Municípios sofre com ingerências de governos locais e gestão ineficiente

As Regras dos Próprios de Previdência Social – RPPS estabelecem a necessidade de haver equilíbrio financeiro e atuarial. Determina a realização de avaliação atuarial anual com objetivo de verificação da aderência dos planos de custeio e de benefícios. A lei também orienta que seja avaliada a existência de número mínimo de segurados que garanta a sustentabilidade do plano de benefícios, registro individual das contribuições e definição de estrutura técnico administrativa.
Os regimes próprios podem ser considerados no contexto de previdência como entidades novas, estruturas que não deveriam desequilíbrio financeiro, pois a lei estabeleceu na partida a necessidade de se observar permanentemente a equação patrimônio versus compromissos assumidos.
Mas a realidade dos RPPS é bem diferente do que foi previsto. O equilíbrio atuarial não existe, prefeitos e governadores negligenciam anos a fio as obrigações com esses sistemas. Os Desequilíbrios vêm desde a criação dos regimes nos anos 1990, onde não houve definição dos níveis de contribuição, com municípios ficando mais de uma década sem contribuir para o sistema (patronal e empregados), nem ajuste de contas do serviço passado com o INSS. Como resultado tem-se os desequilíbrios que atingem a maioria dos 2138 RPPS espalhados país afora, desequilíbrios que atingem os Regimes Próprios de cidade como São Paulo com de R$ 5 bilhões de déficit até os de pequenos municípios no interior do país.
Em Pernambuco, dos 184 regimes próprios apenas 6 têm situação financeira saudáveis: Recife, Camaragibe, Jaboatão, Ipojuca, Petrolina e Cabo de Santo Agostinho. Os demais são deficitários, sendo a maioria em situação falimentar. No Estado da Paraíba dos 70 regimes, mais de trinta deles não repassam à entidade gestora nem a arrecadação realizada dos empregados, sendo 22 deles em situação de dificuldade. Na vizinha Alagoas são 62 regimes, todos com dificuldades de capitalização. No Rio Grande do Norte dos 25 regimes, 9 apresentam dificuldade. Já o Estado de Sergipe tem apenas 2 cidades com Regimes Próprios de previdência, revelando a opção de prefeitos daquele estado pela manutenção dos servidores no Regime Geral de Previdência Social.
Os sistemas próprios sofrem com administrações sem experiência para lidar com investimentos, resolver débitos do serviço passado junto ao INSS ou modernizar essas entidades. O que se vê em todo o país é a continuidade de um modelo que não zela pelo patrimônio público, com indicações de gestores sem nenhum poder ou independência para gerir os planos em conformidade com o ordenamento legal. Administradores sem autonomia para cobrarem de prefeitos e governadores a responsabilidade com os regimes de previdências.
Nos Regimes Próprios, principalmente dos Municípios, sobressai a falta de profissionalismo, revelado na nomeação de pessoas que não conhecem como funciona a gestão de planos de benefícios. O reflexo desse mecanismo é que muitos RPPS sequer conseguem mensurar os débitos relativos ao período anterior a criação do regime para ressarcimento do que é responsabilidade do INSS ao Regime Próprio.
A crise do sistema tem levado um grupo de governadores a cobrar solução na Reforma da Previdência que equacionar a previdência nos Estados. Grupo que representa a mais de dois terços do déficit previsto para este composto pelo Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Santa Catarina, ou R$ 64 bilhões de déficit total, estes lideram a tese de que a Reforma seja ampliada para Estados de Municípios, enquanto outra parte ainda se esquiva quando se fala nessa possibilidade.
A previsão de estender para Estados e Municípios as alterações aprovadas no Congresso Nacional a Reforma de Previdência tem sido o destaque entre as polêmicas da proposta do governo. Ou seja, a discussão se o Congresso pode ou não subtrair de Estados e Municípios o poder legislarem para definir a melhor forma de organização administrativa de cada um deles, tornou-se de cálculo político para que todos coloquem a mão na massa para definir o tamanho do aperto que será dado nos benefícios de servidores de Estados e Municípios.
Do outro lado da questão estão os parlamentares que consideram cômodo para governadores e prefeitos não terem que discutir nas assembleias estaduais e câmaras municipais as mudanças que estão sendo debatidas no Congresso Nacional. Ou seja, não querem que ninguém no futuro pose de santo. Para evitar isso eles têm mantido a quebra de braço cobrando a impressão digital de todos - senadores deputados, governadores, prefeitos e vereadores na Reforma.
Soma-se ao debate de quem vai aprovar a reforma o que trata da definição de nova alíquota 14% sobre os salários dos servidores, apresentada pelo Governo, para Estados e Municípios com déficit financeiro imediatamente com aplicação imediata. Percentual que pode ser alterado em até 180 dias se comprove o equilíbrio das contas com alíquota menor.
Cobrar mais não será a solução do problema dos RPPS pois, como se sabe, o problema é de gestão dos recursos dos fundos e de falta de compromisso de administradores municipais e estaduais. Logo, antes de alterar alíquota para os servidores seria necessário alterar a legislação para penalizar administradores por falta de pagamento, instituir um conselho para acompanhar e cobrar o pagamento e repasse de valores arrecadados, prever a possiblidade de débito direto no FPM de prefeituras ou governos que atrasassem o pagamento do tributo.
Seria necessário ainda a determinação de instituição de mecanismos de controles nas entidades de Regimes próprios como sistema de controles internos, análise de risco, auditorias internas, comitês de investimentos, transparências nos atos de gestão, divulgação de políticas de investimentos, indicadores de gestão, divulgação da remuneração de administradores e participação dos segurados comitês consultivos para acompanhamento da gestão. Fiscalização e auditorias de permanentes tanto de órgãos estaduais quanto federal do sistema de Regimes Próprios, mecanismos de controles que, nos dias atuais, são apenas ficção.
Francisco Alexandre – Ex-diretor da Previ e Ex-presidente da BRF Previdência

Dannilo participou do lançamento do “Criança Alfabetizada” com Governador Paulo Câmara

O prefeito Dannilo Godoy participou na manhã desta terça-feira (11) do lançamento do Programa Criança Alfabetizada, do Governo do Estado de Pernambuco.

O evento aconteceu em Recife e foi conduzido pelo Governador Paulo Câmara e contou com a participação de diversos prefeitos, secretários de educação, coordenadores e diretores. O Criança Alfabetizada busca beneficiar mais de 330 mil crianças, 19 mil professores e formar mais de 23 mil profissionais.


Através do convênio, o governo estadual vai fornecer aos municípios, material complementar e de apoio pedagógico para a alfabetização. O programa prevê também formação continuada para os gestores das escolas, coordenadores pedagógicos e também para professores que atuam na pré-escola e alfabetização.

"Nós vamos fazer uma ação integrada em todo o estado, com participação de todos os municípios, em uma ótima de gestão, capacitação e acompanhamento. A gente quer trazer o que já avançamos no ensino médio, mas agora no ensino fundamental", afirma o governador Paulo Câmara.

Para a gestão do Criança Alfabetizada, o estado vai ofertar bolsas para os coordenadores do programa nos municípios. Além disso, as cidades que aderirem vão selecionar dois profissionais para serem formadores, sendo um para a pré-escola e outro para os 1º e 2º anos. Os formadores serão capacitados para realizar as ações com os professores da rede municipal.

A expectativa é de iniciar o projeto neste mês de junho e obter resultados ao longo dos próximos anos de gestão. "Não é apenas um projeto do governo do estado, é muito mais do que isso. É um projeto de toda a sociedade", disse Fred Amâncio, Secretário de Educação de PE.

O material complementar, que traz conteúdos de língua portuguesa e matemática, foi produzido em parceria com o Centro de Estudos em Educação e Linguagem da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).


Estamos muito felizes em aderir ao Criança Feliz. Sem dúvidas a educação municipal ganha muito com o programa. Se trata de um dos maiores programas do Brasil em educação. Parabenizamos Dr. Fred e o Governador Paulo pela iniciativa”. Declarou o prefeito Dannilo Godoy.

Por: Assessoria

Dannilo esteve na Várzea Grande e Lagoa do Pau Ferro


O sábado passado foi movimentado em Bom Conselho e o prefeito Dannilo Godoy buscou participar de diversos momentos junto com a sua população. Logo após o término do Prefeitura no Campo no Papacacinha, Dannilo foi ao sertão bonconselhense. Ele esteve na Várzea Grande participando da missa de Santo Antônio junto com toda a comunidade.


Depois da Várzea Grande, o destino do prefeito foi o Sítio Lagoa do Pau Ferro. Lá Dannilo acompanhou a quadrilha e se divertiu junto com a comunidade. Sempre muito atencioso com todos, por onde passou Dannilo recebeu o carinho dos presentes e ainda conversou sobre os trabalhos na região e as necessidades da população.

Jovem não consegue dinheiro para droga e ameaça os pais em Quebrangulo


Um jovem de 19 anos foi preso após ameaçar os pais, um casal de idosos na noite deste domingo (09), no Assentamento do Incra, na cidade de Quebrangulo, Agreste de Alagoas.

De acordo com a Polícia Militar, José Felipe Ferreira de Lima é usuário de drogas e, após não conseguir dinheiro para comprar entorpecentes, ameaçou os pais com uma foice, a mãe de 62 anos e o pai de 70.

Os pais do suspeito contaram que eram ameaçados constantemente, mas, desta vez, acionaram a polícia para conter o filho. O jovem foi encaminhado para a delegacia local onde foi autuado na Lei Maria da Penha e está preso à disposição da justiça.

Por: TodoSegundo

Rocam apreende moto furtada em Bom Conselho

Policiais do efetivo da ROCAM, da cidade de Bom Conselho, apreenderam uma motocicleta que havia acabado de ser furtada no centro da cidade. Segundo a polícia, por volta das 18h30 do sábado, 08/6, a ROCAM foi informada pela Central da 2ª Companhia de Polícia Militar (CPM), que uma motocicleta Titan, 150,  tinha sido furtada no centro da cidade, prontamente o  efetivo iniciou as diligências e ao passar pela Rodovia Frei Caetano de Messina / PE 218, próximo à Rádio Papacaça, avistou uma motocicleta com as características mencionadas, porém o condutor ao visualizar o policiamento abandonou a referida motocicleta e adentrou no matagal, mesmo assim as diligências continuaram, mas devido já ser noite não foi possível localizar o suspeito.

Ainda segundo a polícia, o proprietário da moto informou que estacionou ela por trás do mercado de carne e ao retornar a mesma não se encontrava mais no local. O veículo foi entregue na Delegacia de Polícia Civil de Bom Conselho após apreensão.


Fonte: Agreste Violento

Acidente com ônibus de turismo deixa 10 mortos e 51 feridos em Campos do Jordão


O capotamento de um ônibus de turismo seguido de um engavetamento deixou 10 mortos e 51 feridos na noite deste domingo (9) na rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro (SP-123), no trecho de serra em Campos do Jordão, em São Paulo.

O Corpo de Bombeiros e o Samu chegaram a afirmar que 17 pessoas tinham morrido no local do acidente, mas corrigiu essa informação posteriormente.

Os bombeiros foram acionados por volta de 21h30 para atender a ocorrência antes de um dos túneis da rodovia, logo após o trevo de Santo Antônio do Pinhal, na altura do km 31,6.


As vítimas com ferimentos mais graves foram levadas para o Hospital Regional de Taubaté e para a Santa Casa de Pindamonhangaba. Outras vítimas foram atendidas no pronto-socorro de Campos do Jordão. Até 1h30, 28 pessoas tinham dado entrada na unidade. Os corpos dos mortos estão sendo levados para o IML de Taubaté.

A rodovia foi totalmente interditada desde o momento do acidente e foi liberada por volta das 6h desta segunda-feira (10).

Segundo testemunhas, o coletivo desgovernado, aparentemente sem freio, atingiu outros 5 carros e uma moto. A empresa dona do ônibus, que levava ao menos 30 passageiros, é a Brasil Santana, de Praia Grande. O veículo levaria uma excursão de volta a Cubatão.

Por: G1Vale do Paraiba e região