Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

TV WEB JB NOTÍCIAS

POLICIAL

DIVERSOS

SAÚDE

EVENTOS

ESPORTES

NOVIDADES

EDUCAÇÃO

POLÍTICA

TV BOM CONSELHO WEB

PREFEITURA

» » Schumacher será transferido para mansão na Espanha


Quatro anos e meio após o acidente que deixou incomunicável com a imprensa e os fãs, Michael Schumacher pode ganhar um novo lar. Atualmente vivendo em Glend, na Suíça, a família do alemão pode estar de mudança para Maiorca, na Espanha.

A informação partiu da revista suíça "L'Illustré", que publicou uma entrevista com Katia Rouarch – prefeita de Andratx, pequena cidade localizada no arquipélago das Ilhas Baleares. De acordo com Rouarch, a mulher do ex-piloto, Corina, comprou uma mansão que pertencia ao presidente do Real Madrid, Florentino Pérez.

- Posso confirmar oficialmente que Michael Schumacher se instalará em nosso município e que todos aqui estão se preparando para recebê-lo – disse a governante à publicação.


Rouarch garante não haver impedimentos para a chegada da família Schumacher, já que o heptacampeão mundial de Fórmula 1 possui passaporte da União Europeia, o que o deixa livre das burocracias de praxe para solicitar permissão de residência. Os serviços de segurança da região também já foram notificados a respeito da mudança.

No entanto, ainda não há previsão para que o alemão de 49 anos seja transferido de sua mansão na Suíça. A família Schumacher vive desde 2002 na cidade de Gland, localizada no cantão de Vaud, na Suíça. Segundo a matéria publicada na revista, o prefeito local, Gérald Cretegny, disse não saber que os ilustres têm a intenção de se mudar dali.


A mansão em Maiorca foi adquirida por 30 milhões de euros (R$ 132,1 milhões), e é composta por uma residência principal de 3 mil metros quadrados, no centro de um terreno de 15 mil metros quadrados, que tem um enorme jardim e duas piscinas. Nos tempos da Fórmula 1, Michael costumava passar férias na ilha, na companhia da esposa, dos filhos e do irmão, o também ex-piloto de F1 Ralf Schumacher.


A condição atual de Schumacher, quase cinco anos após o acidente de esqui que causou graves lesões cerebrais ao heptacampeão mundial de Fórmula 1, continua um mistério. A família não divulga nenhuma informação, e pouquíssimas pessoas fora do círculo familiar têm acesso ao ex-piloto.

Do GE



«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: