Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

TV WEB JB NOTÍCIAS

POLICIAL

DIVERSOS

SAÚDE

EVENTOS

ESPORTES

NOVIDADES

EDUCAÇÃO

ELEIÇÕES 2018

PREFEITURA

» » » CONTINUA A POLÊMICA SOBRE A PEÇA TEATRAL QUE ESTÁ TIRANDO A PAZ DOS GARANHUENSES


O Prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), afirmou em entrevista à Rádio Jornal, ontem, dia 29, que irá vetar a apresentação do monólogo O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu, protagonizado pela atriz Renata Carvalho em espaços públicos do Município. A obra, que é uma das atrações da Mostra de Teatro Alternativo do Festival de Inverno de Garanhuns, cujo tema este ano é Um Viva à Liberdade, põe em evidência as vivências transexuais a fim de combater o preconceito. A Secretaria de Cultura do Estado e a Fundarpe afirmaram que a peça será realizada, independente dos protestos do Prefeito.

Durante a entrevista, Izaías disse que a motivação para a proibição surgiu após observar supostos protestos nas redes sociais. Segundo Ele, o fato da peça já ter sido censurada em outras cidades, como Salvador e Jundiaí, corroborou sua decisão, além do fato de ele, “como cristão”, como ressaltou, se sentir incomodado. Izaías afirmou ainda que não foi procurado por nenhuma Igreja, mas clamou por apoio à sua decisão. Procurada pela Redação, a Diocese de Garanhuns não se posicionou sobre a questão.

Como cristão e em respeito à população cristã de Garanhuns, que é a grande maioria, 99 ou 100% da população. Respeito também os transexuais, agora, apresentar uma peça onde diz que Jesus é transexual, é um negócio que a gente fica meio chateado”, disse. Em nota oficial, o Prefeito insistiu no seu ponto de vista. “Não temos nenhum preconceito relacionado a opção sexual de quem quer que seja. Mas, não podemos comungar com manifestações que ferem símbolos sagrados da fé cristã. Chegou a nosso conhecimento que o espetáculo deve ser apresentado no Sesc Garanhuns. Neste caso, não nos compete. Mas no Centro Cultural (Alfredo Leite Cavalcanti) do Município, não haverá a disponibilidade”, diz o texto.



*Blog do Carlos Eugênio

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: