Prefeitura de Batalha, AL, cancela festa de carnaval por questões de segurança


O município de Batalha, no Sertão de Alagoas, cancelou a tradicional festa de carnaval que aconteceria na cidade para garantir a segurança e a ordem pública. A decisão foi tomada após recomendação do Ministério Público do Estado (MP-AL).

No final do ano passado, dois vereadores do município foram assassinados. A primeira morte foi de Adelmo Rodrigues de Melo, o Neguinho Boiadeiro (PSD), ocorrida no dia 9 de novembro, próximo à sede da Câmara. Um policial ficou ferido.

No mesmo dia, José Emílio Dantas, filho do ex-prefeito de Batalha José Miguel Rodrigues Dantas, foi baleado, mas sobreviveu. O filho de Neguinho Boiadeiro é suspeito da tentativa de homicídio.

Pouco mais de um mês depois, o vereador Tony Carlos Silva de Medeiros, o Tony Pretinho (PR), foi assassinado a tiros na porta de casa.

O delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, descartou qualquer possibilidade de relação entre os dois assassinatos, mas os dois casos ainda estãosob investigação. Ninguém foi preso até esta terça.

A prefeita Marina Thereza Cintra Dantas (PMDB) assinou, no dia 12 deste mês, o comunicado oficial informando sobre o cancelamento do Batalha Folia 2018. Ela falou sobre segurança, mas não citou os assassinatos.

"(...) medida foi para manter a manutenção da segurança e da ordem pública, além dos princípios da moralidade, legalidade, impessoalidade, razoabilidade e eficiência, visando assim, a segurança integral dos cidadãos Batalhenses e do público em geral", diz um trecho do documento.

Por G1 AL
Prefeitura de Batalha, AL, cancela festa de carnaval por questões de segurança Prefeitura de Batalha, AL, cancela festa de carnaval por questões de segurança Reviewed by Josenildo Batista on terça-feira, janeiro 23, 2018 Rating: 5

Anuncie Aqui!

JB NOTÍCIA © Copyright 2017. Tecnologia do Blogger.