Ex-prefeito e vereador assassinaram caseiro para “encobrir provas de desvios”, diz polícia

Em coletiva à imprensa realizada na tarde desta terça-feira, 26, na sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP) a Polícia Civil informou que o ex-prefeito de Palestina, Júnior Alcântara seria o responsável pela morte do caseiro Zenóbio Gomes Feitosa, ocorrida na Fazenda do prefeito. A morte teria sido para encobrir o desaparecimento de documentos que incriminavam o Júnior em desvios praticados à frente da municipalidade.

A polícia revelou ainda que o vereador Luciano Lucena, preso nesta sexta-feira, 22, junto com Júnior seria o autor intelectual do crime.

No dia 21 de maio, uma semana antes da morte do caseiro, houve uma reunião entre Júnior Alcântara e correligionários onde o então prefeito disse que havia descoberto irregularidades praticadas pela antiga gestão e os documentos estariam em uma propriedade sua. “Tudo indica que esse encontro foi organizado para servir de álibi”, destacou o delegado.

Ex-prefeito e vereador assassinaram caseiro para “encobrir provas de desvios”, diz polícia Ex-prefeito e vereador assassinaram caseiro para “encobrir provas de desvios”, diz polícia Reviewed by Josenildo Batista on quarta-feira, dezembro 27, 2017 Rating: 5

Anuncie Aqui!

JB NOTÍCIAS © Copyright 2017. Tecnologia do Blogger.