Agora estamos tornando nosso site mais acessível através do áudio. Desejamos que você leitor goste da novidade, pois estamos trabalhando para melhorar ainda mais nossos serviços. Ao clicar na barra de áudio escrito “ouça este conteúdo” ouvirá na íntegra o texto da matéria desejada.

Ex-prefeito e vereador assassinaram caseiro para “encobrir provas de desvios”, diz polícia

Em coletiva à imprensa realizada na tarde desta terça-feira, 26, na sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP) a Polícia Civil informou que o ex-prefeito de Palestina, Júnior Alcântara seria o responsável pela morte do caseiro Zenóbio Gomes Feitosa, ocorrida na Fazenda do prefeito. A morte teria sido para encobrir o desaparecimento de documentos que incriminavam o Júnior em desvios praticados à frente da municipalidade.

A polícia revelou ainda que o vereador Luciano Lucena, preso nesta sexta-feira, 22, junto com Júnior seria o autor intelectual do crime.

No dia 21 de maio, uma semana antes da morte do caseiro, houve uma reunião entre Júnior Alcântara e correligionários onde o então prefeito disse que havia descoberto irregularidades praticadas pela antiga gestão e os documentos estariam em uma propriedade sua. “Tudo indica que esse encontro foi organizado para servir de álibi”, destacou o delegado.

Ex-prefeito e vereador assassinaram caseiro para “encobrir provas de desvios”, diz polícia Ex-prefeito e vereador assassinaram caseiro para “encobrir provas de desvios”, diz polícia Reviewed by Josenildo Batista on quarta-feira, dezembro 27, 2017 Rating: 5

Anuncie Aqui!

JB NOTÍCIAS © Copyright 2017. Tecnologia do Blogger.