Veja as repostas para as principais dúvidas que envolvem o acidente do avião da Chapecoense

Tragédia


Nesta quinta-feira (1º), as autoridades colombianas já possuem as principais respostas para esclarecer o que aconteceu com o avião da Chapecoense que caiu na última terça-feira (29), quando chegava em Medellín, na Colômbia, para jogo contra o Atlético Nacional, pela final da Copa Sul-Americana.

Confira abaixo as dúvidas e respostas sobre o acidente:

Qual a causa do acidente?
Falta de combustível, de acordo com as autoridades colombianas.

Por que o piloto demorou para relatar a gravidade da situação?

Ao se aproximar do aeroporto de Medellín, o piloto hesitou em relatar a necessidade de urgência do pouso. Possivelmente tenha tido receio de alguma punição por ter infringido regras internacionais de voo sobre o abastecimento das aeronaves. A multa seria de aproximadamente US$ 25 mil (R$ 86 mil), além disso, o piloto poderia ter a licença cassada por negligência.

Qual a regra sobre a quantidade necessária de combustível?

O avião precisa ter, no mínimo, uma quantidade extra de reserva para aguentar 30 minutos além do tempo previsto de voo e ainda mais 5 minutos ou 5% da distância.

O que aconteceu quando acabou o combustível?

De acordo com a Secretaria Nacional de Segurança Aérea da Colômbia, o avião da delegação da Chapecoense estava sem combustível no momento do choque. "Como o aeronave não tinha combustível, os motores se apagaram e houve pane elétrica, como foi relatado pelo piloto para a torre de controle", afirmou Freddy Bonilla, secretário de segurança aérea da Colômbia.

Por que a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) vetou o voo que partiria do Brasil?

O Código Brasileiro de Aeronáutica e a Convenção de Chicago determinam que o transporte só pode ser realizado por empresas do país de origem (Brasil) ou destino (Colômbia).

As caixas-pretas já foram localizadas?

A Aeronáutica Civil da Colômbia encontrou as duas caixas-pretas do avião, de voz e de dados. A Voice Data Recorder registra as conversas na cabine da aeronave e ajudam a entender o que aconteceu momentos antes. Já a Flight Data Recorder guarda as ocorrências técnicas do avião.

O modelo do avião já registrou algum acidente?

De acordo com o site airsafe.com, a série RJ produzida pela BAe Systems registrou sete quedas. A mais recente aconteceu em 10 de outubro de 2006, na Noruega. Três pessoas morreram naquela ocasião.

Houve falha técnica?

Essa é uma das possibilidades discutidas. O piloto teria relatado "falhas técnicas graves" à torre de controle do aeroporto de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia.

A capacidade de combustível da aeronave era suficiente para o voo?

Especialistas apontaram que o modelo padrão da aeronave não tinha originalmente autonomia suficiente para fazer o trajeto entre os aeroportos de Santa Cruz de La Sierra e Medellín mesmo em linha reta. O fabricante, no entanto, informa que há aviões deste modelo com tanques auxiliares.

A velocidade da aeronave antes da queda era suficiente para dar sustentação?

Sim. De acordo com o último registro do voo, o avião estava reduzindo sua velocidade depois de começar procedimentos de aproximação e pouso.

Por que a aeronave fez uma trajetória em círculos ao se aproximar do aeroporto?

O procedimento é considerado o mais seguro para aterrissagem. Um fator que pode ter contribuído é o voo da Aerolinea VivaColômbia, que vinha da ilha de San Andrés, que havia pedido autorização para pouso de emergência por vazamento de combustível, no mesmo local, minutos antes da chegada da aeronave boliviana.

Houve derramamento de combustível pela aeronave antes da queda?

A investigação inicial apontou que os corpos e destroços não tinham sinal de combustível — o que inclusive pode reforçar a tese de pane seca. As autoridades investigam se o piloto teria jogado fora parte do combustível para evitar uma explosão no momento do impacto no chão.

As condições climáticas podem ter contribuído para o acidente?

O tempo ruim é frequentemente apontado por investigadores aeronáuticos como uma das principais causas para acidentes aéreos. Chovia no momento do acidente na região de Antioquia, estado colombiano cuja capital é Medellín.

Como será a investigação do acidente? Quem ficará responsável pelas investigações? Haverá apoio internacional?

As autoridades colombianas pediram apoio de investigadores britânicos, já que o avião foi fabricado pela British Aerospace.
Veja as repostas para as principais dúvidas que envolvem o acidente do avião da Chapecoense Veja as repostas para as principais dúvidas que envolvem o acidente do avião da Chapecoense Reviewed by Josenildo Batista on quinta-feira, dezembro 01, 2016 Rating: 5

MAMFONLINE - SITE PARCEIRO DO JB NOTÍCIA

Anuncie Aqui!

JB NOTÍCIA © Copyright 2017. Tecnologia do Blogger.