"Ele foi o inferno da minha vida", diz mulher absolvida por matar o ex-namorado em Florianópolis


Com a voz calma, Ana Raquel Santos da Trindade, 31 anos, não conteve o choro ao relembrar o primeiro abuso sexual que sofreu do ex-namorado, Renato Patrick Machado de Menezes, 35, o homem o qual dois anos depois viria a matar com 12 tiros. Ana Raquel foi absolvida pelo assassinato em júri popular nesta quinta-feira, em Florianópolis. Ela conheceu o homem ao buscar emprego em uma clínica de massagens tântricas em Curitiba.

— Foi aí que começou o inferno da minha vida. Ele ameaçava meu filho, por isso concordei em me envolver com ele, tinha que trabalhar. Ele brigava porque eu não aceitava fazer programa. Foram dois anos de ameaças, mudei de casa 11 vezes, instalei cerca elétrica, aumentei o portão. Mesmo assim ele ia atrás de mim — respondeu Ana Raquel ao juiz Marcelo Volpato durante o interrogatório.

— Dias antes (da morte) ele invadiu a minha casa enfurecido e armado, achou que eu estava com um homem e disse que ia me matar. Ele dizia que eu não falava com ele no WhatsApp ou no telefone, que tinha alguém comigo e que isso só ia acabar se um de nós morresse.

O choro de Ana Raquel continuou ao falar sobre o dia do crime:

— Tinha deixado o portão aberto porque esperava a minha mãe. Ele invadiu, começou a conversar, ficou pelado, começou a se masturbar e foi para cima. Dizia que eu era mulher dele, e eu falava que não, que tinha nojo dele e ele falou que ia matar todo mundo dentro de casa. Foi aí que peguei a arma e atirei, comecei a atirar e saí correndo.

Mesmo após os seis tiros, ela recarregou a arma e seguiu atirando em Renato:


— Ele tava caído no chão, disse que ia sumir da minha vida. Falei: "Não Renato, é mentira, faz dois anos que você diz isso. Prefiro ir para a cadeia a ficar contigo de novo". Então liguei para a polícia. Fiquei 24 dias presa. Ele era bem forte, lutava jiu-jitsu, MMA. Costumava me agredir e duas vezes tentou me esfaquear. Me dizia que já tinha experimentado todas as drogas.

Diogo Vargas
"Ele foi o inferno da minha vida", diz mulher absolvida por matar o ex-namorado em Florianópolis "Ele foi o inferno da minha vida", diz  mulher absolvida por matar o ex-namorado em Florianópolis Reviewed by Josenildo Batista on sábado, novembro 19, 2016 Rating: 5

SELEÇÃO EM GARANHUNS E REGIÃO. MANDE SEU CURRÍCULO

SELEÇÃO EM GARANHUNS E REGIÃO. MANDE SEU CURRÍCULO

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM CONSELHO

SUNDOWN PARK EM SALOÁ /PE - AQUI A DIVERSÃO É GARANTIDA

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM LAVADORAS DE TODAS AS MARCAS E MODELOS

COMPRE AGORA A SUA PASSAGEM AÉREA - CLIQUE NO BANNER

FILMAGENS É COM SAMU DO DRONE, VOANDO CADA VEZ MAIS ALTO

FOTÓGRAFO PROFISSIONAL

FOTÓGRAFO PROFISSIONAL

MAMFONLINE - SITE PARCEIRO DO JB NOTÍCIA

Anuncie Aqui!

JB NOTÍCIA © Copyright 2017. Tecnologia do Blogger.