Tecnologia do Blogger.

DESTAQUES

TV WEB JB NOTÍCIAS

POLICIAL

DIVERSOS

SAÚDE

EVENTOS

ESPORTES

NOVIDADES

EDUCAÇÃO

ELEIÇÕES 2018

PREFEITURA

» »Unlabelled »
Pelo menos uma criança é vítima de estupro por dia em PE, diz governo


Todo dia, pelo menos uma criança é vítima de estupro em Pernambuco. Segundo dados da Secretaria de Defesa Social do estado (SDS), entre janeiro e maio deste ano, a Polícia Civil registrou 255 casos, o que dá uma média de 51 ocorrências por mês.

Esse número, ainda muito alto, era maior no ano passado. De janeiro a maio de 2015, a SDS contabilizou 301 pessoas com menos de 11 anos que sofreram violência sexual. A redução foi de 15,2%, e a média era de duas crianças estupradas por dia. De lá para cá, essa taxa caiu para 1,7 caso por dia.

Muitas vezes, os abusos são cometidos pelo pai ou padrasto, o que explica, em parte, o baixo número de queixas em relação à totalidade de casos. “Tem vários fatores. Normalmente, quem faz a denúncia é a mãe, que desiste ou porque o agressor sustenta a família ou porque tem medo de perder aquele companheiro ou simplesmente porque não acredita na palavra da criança”, conta o gestor do DPCA.

Casos

Este ano, histórias de violência contra crianças têm acontecido com frequência em Pernambuco. Na última quarta-feira (13), um homem de 48 anos foi preso por suspeita de pagar R$ 10 a uma menina de 11 anos para fazer sexo com ela, em Serra Talhada, no Sertão.

No dia 24 de maio, um estudante de 16 anos foi apreendido suspeito de abusar um menino de 6 anos, em Araripina, no Sertão. Já no dia 8 de maio, um homem de 58 anos fugiu após ser acusado de estuprar uma menina de 7 anos, em Ouricuri, no Sertão.

Desde 1994, Pernambuco tem um núcleo da polícia voltado exclusivamente para a investigação de crimes contra os mais jovens. Composto por quatro delegacias concentradas na Região Metropolitana do Recife (RMR), o Departamento de Proteção à Criança e ao Adolescente funciona na Rua Benfica, no bairro da Madalena, Zona Oeste da capital.


É lá que boa parte das denúncias é feita. O DPCA investiga todo tipo de crime, desde que envolva menores de idade. Mas a frequência de casos de estupro chama a atenção o delegado Ademir Oliveira, responsável pela gestão do departamento. Segundo ele, o abuso sexual de menores é uma prática muito mais comum do que mostram as estatísticas oficiais.

Do G1 PE

«
Anterior
Postagem mais recente
»
Próximo
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião sobre essa matéria: