Guerra civil: Após mortes de dois sem-terra, MST promete manifestações e PM afirma que não vai tolerar represálias


Após as mortes de dois sem-terra em confronto com a Polícia Militar, numa área nas proximidades do acampamento Dom Tomás Balduíno, em Quedas do Iguaçu, na tarde desta quinta-feira (7), o clima era de tensão na cidade no Oeste do Paraná.

O Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) promete realizar várias manifestações no município. Já o tenente-coronel da PM Washington Lee Abe, do 5.º Comando Regional Militar, afirmou que a polícia não vai tolerar represálias e está preparada para agir, caso seja necessário.

Além dos mortos, seis sem-terra ficaram feridos e foram encaminhados para hospitais da região. De acordo com o comandante da PM, outros dois membros do MST foram detidos porque estavam armados. O restante do grupo teria se embrenhado em uma mata.

Em entrevista coletiva na noite de quinta, Lee Abe subiu o tom contra o movimento. “Só pedimos aos inocentes que se encontram lá nesse movimento – que se intitula movimento social –, que se afastem. A Polícia Militar do Paraná não vai se curvar, não vai tolerar nenhum tipo de represália e não vai tolerar nenhum tipo de infração às leis. Nós estamos lá exatamente para manter a lei e a ordem”, afirmou o policial.
Guerra civil: Após mortes de dois sem-terra, MST promete manifestações e PM afirma que não vai tolerar represálias
<center>Guerra civil: Após mortes de dois sem-terra, MST promete manifestações e PM afirma que não vai tolerar represálias</center>
Reviewed by Josenildo Batista on sexta-feira, abril 08, 2016 Rating: 5

SUNDOWN PARK EM SALOÁ /PE - AQUI A DIVERSÃO É GARANTIDA

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM LAVADORAS DE TODAS AS MARCAS E MODELOS

COMPRE AGORA A SUA PASSAGEM AÉREA - CLIQUE NO BANNER

MAMFONLINE - SITE PARCEIRO DO JB NOTÍCIA

Anuncie Aqui!

JB NOTÍCIA © Copyright 2017. Tecnologia do Blogger.