ASTROTUR informa aos seus passageiros que já está em pleno funcionamento os novos horários que atenderão ao festival de inverno de Garanhuns com ônibus saindo da rodoviária de Bom Conselho às 18:40hs com retorno às 05:30hs da manhã. Na compra da sua passagem ida e volta você recebe um desconto promocional e só paga 16,00 reais..... Para quem é estudante, apresentando a carteirinha nacional paga apenas 4.50 ( por passagem para Garanhuns).

SERÁ CULPA DO TAL MOSQUITO?


Além da crise política e econômica, o Brasil experimenta, neste momento, uma crise na saúde. Ela se manifesta numa epidemia de três doenças transmitidas por um mosquitinho que está pondo em xeque o sistema de saúde pública e a capacidade dos gestores públicos. 

O combate ao Aedes aegypti se mostrou ineficiente desde que a dengue começou a se disseminar no país, atingindo hoje a praticamente todo o território nacional. A rede de saúde pública também demonstrou sua precariedade para atender as pessoas adoentadas.

Assim sendo, não resta hoje, ao poder público, diante da calamidade, a não ser apelar para os cidadãos no sentido de combater o mosquito, cujos criatórios, segundo essas mesmas autoridades, se localizam em 86% dos casos dentro das residências. 

O governo acha que as pessoas não estão fazendo a sua parte. Pede que o cidadão dedique dez minutos por semana para limpar os focos do mosquito. E corre atrás dos prejuízos, promovendo mutirões, liberando verbas e investigando a possibilidade de uma vacina.

No quadro atual da epidemia, e até março, quando acaba o período chuvoso, não há o que fazer a não ser atuar conforme pede a urgência. Poder público e população têm de se dar as mãos para atenuar pelo menos as consequências de uma irresponsabilidade que vem de longe.

O virologista carioca Pedro Fernando da Costa Vasconcelos chama a atenção para o processo de urbanização desordenada do país nas últimas décadas. A cobertura florestal veio sendo sistematicamente destruída para dar lugar a habitações sem qualquer planejamento. 

Um vírus silvestre se adapta a um inseto urbano e este se espalha pelas cidades. O Aedes aegypti virou um animal doméstico que transmite, além da dengue, a febre chikungunya e o zika vírus. As maiores incidências dessas doenças estão em bairros populares. 

Agora, a culpa é do mosquito, mas antes deles está a gestão irresponsável do poder público.

*Jornal O Tempo


SERÁ CULPA DO TAL MOSQUITO?
<CENTER>SERÁ CULPA DO TAL MOSQUITO?</CENTER>
Reviewed by Josenildo Batista on segunda-feira, março 07, 2016 Rating: 5

Anuncie Aqui!

JB NOTÍCIAS © Copyright 2017. Tecnologia do Blogger.